clique para ir para a página principal

Movida anuncia receita de cerca de R$ 500 milhões no último trimestre de 2020

Atualizado em -

Movida anuncia receita de cerca de R$ 500 milhões no último trimestre de 2020 Movida / Divulgação
► Mudança no comportamento dos jovens faz aluguel de carros virar tendência entre as empresas► Venda de veículos cai 26,2% em 2020 e setor tem pior desempenho em cinco anos

No último domingo (10), a Movida (MOVI3) anunciou suas prévias operacionais do quarto trimestre do último ano. A companhia registrou uma receita líquida de R$ 500,8 milhões nos serviços de locação de veículos (RAC) e gestão e terceirização de frota (GTF). Com isso, os valores desse período ficaram 9,6% maior do que o do quarto trimestre de 2019.

Desse montante, R$ 359,6 milhões foram referentes ao aluguel de veículos e os outros R$ 141,2 milhões referentes a gestão de frotas.

Na comparação com o terceiro trimestre de 2020, foi registrado um aumento de 26,9% na receita com o serviço de aluguéis. Já na relação anual, tanto o RAC quanto o GTF cresceram 9,6%.

Venda de Seminovos

Segundo o comunicado divulgado, a Movida registrou receita de R$ 489,8 milhões com às vendas de seminovos, registrando baixa de 9,9% na comparação anual e de 23,6% na trimestral.

Diárias

No último trimestre de 2020, as diárias de locação de veículos aumentaram 7,6% na comparação com o mesmo período de 2019 e cresceram 11,4% na associação com os três meses anterior.

A taxa de ocupação na locação de veículos subiu de 78,9% nos últimos três meses de 2019 para 84,4% em 2020. A diária média no período ficou em R$ 84,60.

Lucro Líquido

A Movida obteve um lucro líquido de R$ 37,2 milhões no ano anterior, ficando 38,2% abaixo dos números registrados no mesmo período de 2019. Já a receita líquida no ano foi de R$ 1,035 bilhão.

Relacionados:

► Mudança no comportamento dos jovens faz aluguel de carros virar tendência entre as empresas► Venda de veículos cai 26,2% em 2020 e setor tem pior desempenho em cinco anos

Leia mais: