clique para ir para a página principal

Rappi lança seu braço de serviços financeiros no Brasil, o RappiBank

Atualizado em -

Rappi lança seu braço de serviços financeiros no Brasil, o RappiBank divulgação
► Bancos tradicionais buscam espaço em meio ao crescimento das fintechs no país► Startups bilionárias: quais são os unicórnios brasileiros?

O aplicativo de entregas Rappi comunicou nesta segunda-feira (11) o lançamento do RappiBank, seu braço de serviços financeiros, no Brasil. O primeiro produto disponível será uma linha de crédito de capital de giro para os estabelecimentos cadastrados no app.

Segundo a empresa, o empréstimo será nomeado de RappiCapital e poderão ser solicitados valores de R$ 10 mil a R$ 500 mil, com taxas de juros a partir de 1,7% ao mês e prazo de até 24 meses. O programa é dirigido a todos os tipos de estabelecimentos participantes do ecossistema do Rappi, incluindo restaurantes, farmácias, lojas e supermercados.

“Os produtos financeiros que estamos começando a oferecer fortalecem a parceria com nossos aliados, principalmente neste momento difícil em que vivemos”, afirmou, por meio de nota, Sérgio Saraiva, presidente do Rappi no Brasil.

O processo de solicitação do empréstimo é realizado de maneira 100% digital e sem a necessidade de garantias. Após a análise e aprovação do crédito, o valor é depositado na conta dos estabelecimentos em até 24 horas.

Segundo o presidente do RappiBank no Brasil, João Paulo Félix, esse modelo de crédito permite que os aliados tenham acesso ao capital necessário de maneira simples e rápida para continuar crescendo seus negócios dentro e fora do ecossistema do Rappi. “Esse é o primeiro produto financeiro de uma série que estamos preparando para nossos usuários e parceiros”, adianta.

O RappiBank tem mais dois lançamentos programados para este primeiro trimestre de 2021 no país: a chegada do cartão de crédito, que já tem uma lista de espera disponível aos interessados em adquiri-lo, e uma solução de antecipação de recebíveis direcionada para pessoas jurídicas.

“O anúncio do banco digital do Rappi no Brasil segue a evolução natural de uma startup que traz a inovação em seu DNA. É mais um passo importante neste caminho para oferecer realmente tudo aos nossos usuários em um só lugar”, conclui Félix. “O Rappi é um investimento de longo prazo e temos ainda muito a crescer.”

Relacionados:

► Bancos tradicionais buscam espaço em meio ao crescimento das fintechs no país► Startups bilionárias: quais são os unicórnios brasileiros?

Leia mais: