clique para ir para a página principal

Intelbras define faixa indicativa de preço e pode levantar R$ 1,2 bilhão em IPO

Atualizado em -

Intelbras define faixa indicativa de preço e pode levantar R$ 1,2 bilhão em IPO Divulgação/Intelbras
► O que é bookbuilding e quando é utilizado?► Grupo canadense estaria avaliando aquisição do Carrefour

A Intelbras, fabricante de produtos e soluções em segurança, redes e telecomunicações, definiu sua faixa indicativa de preço da sua oferta pública inicial de ações (IPO, em inglês) entre R$ 15,25 e R$ 19,25. Levando em consideração a base de 72 milhões de ações, a companhia movimentaria cerca de R$ 1,2 bilhão.

De acordo com o documento enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o IPO contará com distribuição primária de ações de 46 milhões de ativos e secundária de 26 milhões. Também há a possibilidade da oferta ser acrescida de um lote adicional de 14 milhões de papéis e um lote complementar de 10,8 milhões de ativos.

O procedimento de bookbuilding deve ser encerrado em 2 de fevereiro e, com isso, a definição de preço de cada ação ordinária. Enquanto isso, os papéis da Intelbras serão negociados na bolsa brasileira a partir de 4 de fevereiro, no segmento do Novo Mercado e com o ticker “INTB3”.

A companhia submeteu o pedido em novembro do ano passado. Segundo o prospecto preliminar, a Intelbras pretende utilizar os recursos da oferta para acelerar seu crescimento através de aquisições, além de expandir capacidade de produção de fábricas em Manaus e Minas Gerais, bem como em sua nova unidade em Santa Catarina, focada em produtos de energia. O IPO é coordenado pela BTG Pactual, Santander Brasil, Itaú BBI e Citigroup.

Relacionados:

► O que é bookbuilding e quando é utilizado?► Grupo canadense estaria avaliando aquisição do Carrefour

Leia mais: