clique para ir para a página principal

Presidente da Anfavea diz que setor prefere competitividade a incentivos fiscais

Atualizado em -

Presidente da Anfavea diz que setor prefere competitividade a incentivos fiscais Pixabay
► Maia diz que saída da Ford reflete 'falta de credibilidade do governo'; Doria lamenta► 'Faltou à Ford dizer a verdade, né? Querem subsídios', afirma Bolsonaro

O presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Luiz Carlos Moraes, afirmou nesta quarta-feira (13) que o setor não busca mais incentivos fiscais e que a cobrança da entidade é para que o governo melhore a competividade do Brasil.

"Todas as propostas trazidas pela Anfavea, pelos executivos de montadoras foram propostas concretas buscando a redução do Custo Brasil", disse Moraes. "Nós não queremos incentivos, nós queremos competividade."

Na terça-feira (12), em publicação na suas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o fechamento das fábricas da Ford aconteceu porque a empresa "perdeu para concorrência" e acusou a montadora de não falar a verdade, pois queria a manutenção de subsídios.

“Mas o que a Ford quer? Faltou a Ford dizer a verdade, né? Querem subsídios. Vocês querem que continue dando R$ 20 bilhões pra eles como fizeram nos últimos anos? Dinheiro de vocês, de impostos de vocês para fabricar carro aqui? Não. Perdeu a concorrência, lamento”, disse.

O presidente lamentou a perda dos empregos e ressaltou os números do governo. “Lamento 5 mil empregos perdidos, mas a imprensa não fala que, em novembro, nós criamos 414 mil empregos. Então, perdemos 5 mil agora, repito: lamento”, disse.

Dados do Ministérios da Economia apontam que os subsídios do governo ao setor automotivo saltaram de R$ 1,8 bilhão, em 2003, para R$ 6,7 bilhões, em 2019, em valores atualizados pela inflação - uma alta de 272,2%. Ou seja, mais que triplicaram no período. Ao todo, nesses 17 anos, o governo federal concedeu R$ 62,6 bilhões em isenções fiscais.

Relacionados:

► Maia diz que saída da Ford reflete 'falta de credibilidade do governo'; Doria lamenta► 'Faltou à Ford dizer a verdade, né? Querem subsídios', afirma Bolsonaro

Leia mais: