clique para ir para a página principal

BTG Pactual fará oferta subsequente de ações e poderá movimentar mais de R$ 2 bilhões

Atualizado em -

BTG Pactual fará oferta subsequente de ações e poderá movimentar mais de R$ 2 bilhões Divulgação | BTG Pactual
► BTG Pactual compra corretora Necton por R$ 348 milhões► Entenda como funcionam as Units (Certificado de Depósito de Ações)

Em fato relevante, o BTG Pactual (BPAC11) informou que fará uma oferta subsequente de ações (follow-on), em um total de 22.222.222 units. Levando em consideração o valor de fechamento do papel ontem (R$ 91,26), a operação pode movimentar um total de R$ 2,028 bilhões. Todos os recursos arrecadados irão para o caixa da instituição.

De acordo com o banco, o objetivo é utilizar os recursos líquidos provenientes da oferta para a consecução do curso normal dos seus negócios, para acelerar iniciativas estratégicas e o crescimento da área de negócios de varejo digital e para manter fortes indicadores de capital e liquidez.

Existe ainda a possibilidade de um lote extra de 25%, equivalente a 5.555.556 units. A oferta será conduzida através de esforços restritos, pela Instrução CVM 476, significando que a busca está limitada a, no máximo, 75 investidores institucionais. A precificação deve ocorrer no dia 21.

Coordenam a operação o próprio BTG, Bradesco BBI, Itaú BBA, Morgan Stanley e Santander Brasil. O BTG Pactual Holding Financeira, atual acionista controlador do banco, renunciou ao direito de prioridade relativo às ações ordinárias e preferências classe B por ele detidas.

"Simultaneamente, serão também realizados esforços de colocação das Units no exterior pelo BTG Pactual US Capital, LLC, pelo Bradesco Securities, Inc., pelo Itau BBA USA Securities, Inc., pelo Morgan Stanley & Co. LLC. e pelo Santander Investment Securities Inc", completa o banco em seu comunicado.

3T20

O BTG Pactual registrou lucro líquido de R$ 1,002 bilhão no intervalo de julho a setembro de 2020, mantendo-se estável em relação ao ano anterior, quando atingiu R$ 1,003 bilhão. Comparado ao segundo trimestre do ano passado o lucro cresceu 2,5%. Pelo critério ajustado, o lucro foi a R$ 1,016 bilhão, recuo de 5% na base anual, porém um aumento de 3% em comparação com o observado ente abril e junho de 2020.

No terceiro trimestre os ativos sob gestão do BTG atingiram R$ 329,3 bilhões, alta de 29% em um ano e de 8% ante o trimestre anterior, revelando crescimento de sua plataforma digital, diante de uma ofensiva no período que envolveu aquisições.

Relacionados:

► BTG Pactual compra corretora Necton por R$ 348 milhões► Entenda como funcionam as Units (Certificado de Depósito de Ações)

Leia mais: