clique para ir para a página principal

BRF compra saudita Joody Al Sharqiya e quintuplicará produção; Minerva aprova aumento de capital

Atualizado em -

BRF compra saudita Joody Al Sharqiya e quintuplicará produção; Minerva aprova aumento de capital Freepik
► Ações da BRF disparam após previsão de Ebitda e investimentos► Marfrig aumenta US$ 500 milhões no valor total de oferta de compra de títulos no exterior

A BRF (BRFS3) comunicou aos seus acionistas e ao mercado em geral ter finalizado a aquisição da Joody Al Sharqiya Food Production Factory, processadora de alimentos da Arábia Saudita. A negociação foi intermediada pela Badi, controlada indireta da BRF sediada nos Emirados Árabes Unidos.

A aquisição foi fechada por SAR 29,7 milhões (vinte e nove milhões e setecentos mil riais sauditas), equivalentes a aproximadamente US$ 8 milhões. No entanto, a cifra ainda poderá sofrer ajustes.

"Com a conclusão da aquisição, a BRF iniciará a implementação de um projeto de expansão da capacidade de processamento da planta de 3.600 mil toneladas por ano para 18 mil toneladas por ano, com investimento adicional estimado de US$ 7,2 milhões", reportou em comunicado ao mercado.

A BRF reforçou que o objetivo é aumentar sua presença no mercado saudita, "em consonância com sua estratégia de estabelecimento de produção local e expansão do seu portifólio de produtos de maior valor agregado".

Minerva aprova aumento de capital

Em comunicado na última sexta-feira (15), a Minerva Foods (BEEF3) noticiou ter aprovado o aumento do capital da companhia, em virtude do exercício de bônus de subscrição.

O capital passará dos atuais R$ 1,363 bilhão, divididos em 548.426.499 ações ordinárias para R$ 1,371 bilhão, divididos em 549.573.466 ações ordinárias.

Entre 18 de dezembro de 2020 e 13 de janeiro de 2021, foram exercidos 1.146.967 bônus de subscrição, atribuídos como vantagem adicional aos subscritores de ações no âmbito do aumento de capital empresa.

Relacionados:

► Ações da BRF disparam após previsão de Ebitda e investimentos► Marfrig aumenta US$ 500 milhões no valor total de oferta de compra de títulos no exterior

Leia mais: