clique para ir para a página principal

Sete Brasil informa que não pode cumprir acordo e pede nova negociação com Petrobras

Atualizado em -

Sete Brasil informa que não pode cumprir acordo e pede nova negociação com Petrobras Agência Petrobras
► Petrobras tem prejuízo de R$1,5 bi no 3t20; Lucro da Tupy dobra► Petrobras adia pela terceira vez prazo de acordo com Sete Brasil

A Petrobras (PETR4) informou ao mercado que recebeu notificação da Sete Brasil informando que não será possível cumprir condições previstas em acordo com a estatal e deveriam ser cumpridas até 31 de janeiro. Segundo o comunicado, a Diretoria Executiva da Petrobras autorizou o início de uma nova negociação com a Sete Brasil.

O acordo foi feito no final do ano passado, após a estatal encerrar a participação societária que mantinha na Sete Brasil. Entre os pontos que ficaram acertados entre as duas empresas estão a manutenção dos contratos de afretamento e de operação referentes a quatro sondas e saída da Petrobras e de suas controladas do quadro societário das empresas do Grupo Sete Brasil e do FIP Sondas. O comunicado não detalha quais pontos do acordo não poderão ser cumpridos.

Em dezembro do ano passado, a subsidiária holandesa da estatal, a Petrobras Netherlands B.V, transferiu para empresas do Grupo Sete Brasil, pelo valor total simbólico de 7 euros, a participação societária de 15% que possuia em cada uma das sociedades de propósito específico controladas pela Sete Brasil. Na ocasião, a Petrobras reiterou que a eficácia do acordo com a Sete Brasil continuava “subordinada ao cumprimento de condições suspensivas a serem implementadas até 31 de janeiro de 2021”.

Relacionados:

► Petrobras tem prejuízo de R$1,5 bi no 3t20; Lucro da Tupy dobra► Petrobras adia pela terceira vez prazo de acordo com Sete Brasil

Leia mais: