clique para ir para a página principal

Emplacamentos caíram quase 30% em janeiro, segundo Fenabrave

Atualizado em -

Emplacamentos caíram quase 30% em janeiro, segundo Fenabrave Freepik
► Vendas de carros novos subiram 3,5% em outubro, diz Fenabrave► Fiat Chrysler e Peugeot aprovam fusão das companhias; negócio criará 4ª maior montadora do mundo

A Fenabrave, entidade que representa os revendedores de veículos, divulgaram hoje que os emplacamentos no Brasil caíram quase 30% em janeiro na comparação com o mês anterior. Os licenciamentos de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus novos em janeiro somaram 171.153 unidades, recuando 11,5% na comparação com o mesmo período do ano passado.

O presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, criticou a alta de ICMS no Estado de São Paulo e as políticas de isolamento social adotadas.

"Em São Paulo, a alíquota do ICMS, sobre veículos novos, passou de 12% para 13,3%, e, para os veículos usados, o aumento saltou de uma alíquota de 1,8% para 5,52%. Além disso, com a fase vermelha no Estado, as concessionárias ficaram impedidas de funcionar para vendas no último final de semana do mês. Se considerarmos que São Paulo responde por mais de 23% das vendas de veículos novos e por cerca de 40% das transações de usados no país, podemos ter a dimensão dos estragos das medidas adotadas", explicou Alarico Assumpção Júnior, em comunicado à imprensa.

Além do aumento do imposto, a Fenabrave citou como fatores para a queda das vendas problemas de produção gerados por falta de componentes e segunda onda da pandemia no país, em que concessionárias em São Paulo ficaram impedidas de vender no último final de semana de janeiro.

Relacionados:

► Vendas de carros novos subiram 3,5% em outubro, diz Fenabrave► Fiat Chrysler e Peugeot aprovam fusão das companhias; negócio criará 4ª maior montadora do mundo

Leia mais: