clique para ir para a página principal

Caixa amplia para R$ 6,5 bilhões a oferta de crédito rural no primeiro semestre de 2021

Atualizado em -

Caixa amplia para R$ 6,5 bilhões a oferta de crédito rural no primeiro semestre de 2021 Freepik
► Crédito rural sobe 18% no segundo semestre de 2020; empréstimos somam R$ 125 bi► Exportações do agro ultrapassam barreira dos US$ 100 bilhões pela segunda vez

A Caixa Econômica Federal ampliou em 20% a oferta de crédito rural para os primeiros seis meses do ano, aumentando para R$ 6,5 bilhões a linha de crédito disponível para os produtores.

Entre as modalidades contempladas pelo banco estão o financiamento da safra de 2021/2022, empréstimos para o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), para o Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp) e para investimentos no campo.

De acordo com a Caixa, soja, milho, algodão, arroz, feijão, mandioca e café serão os produtos que vão receber mais incentivos. Além deles, as atividades pecuárias também deverão ter injeção de recursos.

A linha de crédito para a atual safra permite que os produtores de grãos antecipem seus custos com plantio e colheita. Os agricultores que aderirem ao crédito terão até 15 anos para realizar o pagamento, podendo solicitar três anos de carência.

Programas

Os recursos do Pronaf são usados para financiar a aquisição de insumos e o pagamento de serviços para pequenos produtores. Já o Pronamp é usado para cobrir os gastos da produção agrícola, financiar melhorias na propriedade e aquisição de máquinas.

Desde 2013, quando a estatal iniciou com a concessão do crédito rural, já foram concedidos R$ 44 bilhões para cerca de 52 mil empreendimentos rurais.

Relacionados:

► Crédito rural sobe 18% no segundo semestre de 2020; empréstimos somam R$ 125 bi► Exportações do agro ultrapassam barreira dos US$ 100 bilhões pela segunda vez

Leia mais: