clique para ir para a página principal

Mobly define preço de ação em IPO e levantará R$ 777,8 milhões

Atualizado em -

Mobly define preço de ação em IPO e levantará R$ 777,8 milhões Pexels
► Intelbras precifica ação em R$ 15,75 e movimenta R$ 1,3 bilhão► IPO da Mosaico, dona do Zoom, Buscapé e Bondfaro, movimenta R$ 1,2 bilhão

Nesta quarta-feira (3), o conselho administrativo da varejista Mobly (MBLY3) aprovou o preço de R$ 21 por ação para sua oferta pública inicial (IPO). O valor precificado ficou dentro da faixa indicativa que era entre R$ 17 e R$ 23,50.

A negociação vai fazer com que o capital da empresa aumente 777,8 milhões. Esse valor vai ser levantado através da emissão de 37,037 milhões de papéis.

A previsão é que a Mobly faça sua estreia na bolsa na próxima sexta-feira (5). A empresa é a maior do ramo de vendas online de móveis e artigos de decoração. A organização ainda conta com o aplicativo mais baixado nessa categoria tanto na Play Store, quanto na App Store.

A Mobly tem mais de 300 mil usuários ativos, considerando os acessos dos últimos 30 dias. Em função disso, 90% da receita da empresa é obtida através do e-commerce.

Mobly

A empresa que pertence ao grupo alemão Rocket, companhia de internet da Europa, é um canal de venda de móveis e itens de decoração. No Brasil, a organização instalou seu estoque no Centro de Logística de Jundiaí (SP) e conta com um condomínio de galpões que possui uma área de 5,2 milhões de metros quadrados.

Nos primeiros três trimestres de 2020, o volume de vendas da Mobly foi de R$ 560,2 milhões, resultado 48% superior ao obtido no mesmo período em 2019. A receita líquida da empresa teve alta de 50%, fechando em R$ 420,8 milhões.

Relacionados:

► Intelbras precifica ação em R$ 15,75 e movimenta R$ 1,3 bilhão► IPO da Mosaico, dona do Zoom, Buscapé e Bondfaro, movimenta R$ 1,2 bilhão

Leia mais: