clique para ir para a página principal

Petrobras reajusta diesel, gasolina e gás e Bolsonaro diz que ‘com razão, vai ter uma chiadeira’

Atualizado em -

Petrobras reajusta diesel, gasolina e gás e Bolsonaro diz que ‘com razão, vai ter uma chiadeira’ Pixabay
► Petrobras fechou 4º trimestre de 2020 com queda na produção e exportação ► Governo propõe alterações no ICMS para conter alta dos combustíveis

A alta no preço do petróleo no mercado internacional já reflete no mercado doméstico. A Petrobras anunciou hoje um aumento de R$ 0,13 no litro diesel nas refinarias e de R$ 0,17 no preço da gasolina. O gás de cozinha também será reajustado em cerca de R$ 0,14 por quilo (R$ 1,81 em um botijão de 13 kg).

"Importante ressaltar que os valores praticados nas refinarias pela Petrobras são diferentes dos percebidos pelo consumidor final no varejo. Até chegar ao consumidor, são acrescidos tributos federais e estaduais, custos para aquisição e mistura obrigatória de biocombustíveis pelas distribuidoras, no caso da gasolina e do diesel, além dos custos e margens das companhias distribuidoras e dos revendedores de combustíveis”, informou a Petrobras em comunicado à imprensa.

Pouco após a confirmação dos reajustes, o presidente Jair Bolsonaro disse que os aumentos devem provocar uma “chiadeira com razão”, mas que ele não pode intervir na estatal. Bolsonaro disse que deve se reunir ainda hoje com a equipe econômica para “bater o martelo” sobre a redução do PIS/Cofins no preço do diesel.

"Não é novidade para ninguém: está previsto um novo reajuste de combustível para os próximos dias, está previsto. Vai ser uma chiadeira com razão? Vai. Eu tenho influência sobre a Petrobrás? Não", disse Bolsonaro a apoiadores na porta do Palácio da Alvorada.

Relacionados:

► Petrobras fechou 4º trimestre de 2020 com queda na produção e exportação ► Governo propõe alterações no ICMS para conter alta dos combustíveis

Leia mais: