clique para ir para a página principal

IPO da Cruzeiro do Sul movimenta R$ 1,23 bilhão

Atualizado em -

IPO da Cruzeiro do Sul movimenta R$ 1,23 bilhão Pexels
► O que é uma IPO e como posso avaliar uma oportunidade?► Lucro da TIM cai quase pela metade em 2020; no ano, valor apurado foi de R$ 1,8 bilhão

O grupo privado de ensino superior Cruzeiro do Sul (CSED3) definiu o preço por ação em sua oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) a R$ 14, valor abaixo da faixa estipulada pelos coordenadores da operação, que ia de R$ 16,40 a R$ 19,60 por ativo. Levando em consideração a quantidade de ações ofertadas, o processo movimentou R$ 1,23 bilhão.

Desse valor, R$ 1,07 bilhão são correspondentes à tranche primária, ou seja, quando os recursos captados vão direto para o caixa da companhia. O restante faz parte da oferta secundária, quando os acionistas vendem suas fatias.

As ações serão negociadas no Novo Mercado da B3 a partir da da próxima quinta-feira (11) sob o ticker CSED3.

A companhia afirmou que pretende utilizar o montante captado na oferta primária para realizar operações de fusões e aquisições (90%) e expandir os investimentos "greenfield" (10%).

O IPO foi coordenado por BTG Pactual, em conjunto com Bradesco BBI, BofA, Morgan Stanley e Santander Brasil.

Fundada em 1965 e com sede em São Paulo, a Cruzeiro do Sul se apresenta como o quarto maior grupo privado de ensino superior em número de alunos no Brasil. Além da própria Cruzeiro do Sul, a empresa é dona de marcas como Unicid, UDF, Módulo, Universidade Positivo e Braz Cubas.

Relacionados:

► O que é uma IPO e como posso avaliar uma oportunidade?► Lucro da TIM cai quase pela metade em 2020; no ano, valor apurado foi de R$ 1,8 bilhão

Leia mais: