clique para ir para a página principal

Bolsonaro anuncia general Joaquim Silva e Luna como novo presidente da Petrobras

Atualizado em -

Bolsonaro anuncia general Joaquim Silva e Luna como novo presidente da Petrobras Tânia Rego/ Agência Brasil
► Petrobras anuncia novo reajuste nos preços da gasolina e do diesel ► Bolsonaro critica reajuste nos combustíveis e diz que algo ‘vai acontecer’ na Petrobras

Em anúncio nas redes sociais nesta sexta-feira (19), o presidente Jair Bolsonaro revelou que substituirá o atual presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, pelo general Joaquim Silva e Luna. O anúncio acontece um dia depois do mandatário fazer críticas à gestão da Petrobras e às sucessivas altas no preço dos combustíveis.

"O governo decidiu indicar o senhor Joaquim Silva e Luna para cumprir uma nova missão, como conselheiro de administração e presidente da Petrobras, após o encerramento do ciclo, superior a dois anos, do atual presidente, senhor Roberto Castello Branco", afirma a postagem de Bolsonaro, com cabeçalho atribuído ao Ministério de Minas e Energia.

Após Bolsonaro anunciar que quer mudanças na estatal – o que foi interpretado pelo mercado como interferência, apesar do mandatário negar - a Petrobras perdeu R$ 28,2 bilhões em valor de mercado nesta sexta-feira (19).

“Teremos mudança sim na Petrobras. Jamais vamos interferir nesta grande empresa e na sua política de preços, mas o povo não pode ser surpreendido com certos reajustes”, disse Bolsonaro nesta sexta.

As ações preferenciais (mais negociadas) da estatal fecharam em queda de 6,62%, a R$ 27,33 cada. Durante o pregão, chegaram a cair 7,17%. As ordinárias (com direito a voto) tiveram queda de 7,91%, a R$ 27,10, a maior queda da sessão. Com a desvalorização, a capitalização da estatal foi de R$ 383 bilhões na véspera para R$ 354,79 bilhões nesta sexta.

Joaquim Silva e Luna

Indicado por Bolsonaro como novo presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna está no comando da Itapu desde janeiro de 2019. Sua indicação fazia parte de uma estratégia do governo de colocar militares em postos de comando das estatais.

Ele tem pós-graduação em Política, Estratégia e Alta Administração do Exército pela Escola de Comando e Estado-Maior do Exército. Também é pós-graduado, pela Universidade de Brasília, em Projetos e Análise de Sistemas.

Relacionados:

► Petrobras anuncia novo reajuste nos preços da gasolina e do diesel ► Bolsonaro critica reajuste nos combustíveis e diz que algo ‘vai acontecer’ na Petrobras

Leia mais: