clique para ir para a página principal

Mercado amplia projeção de inflação e reduz expectativa para PIB em 2021

Atualizado em -

Mercado amplia projeção de inflação e reduz expectativa para PIB em 2021 Agência Brasil
► 'Prévia do PIB' indica alta de 0,86% em outubro; no ano, queda acumulada é de 4,92%► Mercado reduz previsão de crescimento e aumenta projeção de inflação

Boletim Focus desta semana elevou a estimativa de inflação para 2021 pela sétima semana seguida, além de projetarem uma alta menor do PIB. O documento é elaborado pelo Banco Central reunindo análises de economistas do mercado financeiro.

O relatório, divulgado hoje, mostra que a expectativa do mercado para a inflação oficial deste ano passou de 3,62% para 3,82% - acima da meta central de 3,75%. Pelo sistema de metas, há uma margem de tolerância de 1,5 p.p. Ou seja, se o índice oscilar entre 2,25% e 5,25% a meta, fixada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) terá sido cumprida. Em 2020, o índice foi de 4,52%, acima do centro para meta para o ano (4%), mas dentro da margem de tolerância.

Para o PIB, a expectativa também diminuiu. As projeções de crescimento caíram de 3,43% para 3,29%. Essa foi a terceira queda seguida do indicador. Para 2022, o mercado manteve em 2,50% a estimativa de expansão do PIB.

Para a taxa básica de juros, os analistas revisaram de 3,75% para 4% o índice da Selic. Atualmente a Selic está em 2% ao ano. Já para o dólar, a projeção para a taxa de câmbio no fim de 2021 subiu de R$ 5,01 para R$ 5,05. Para o fechamento de 2022, permaneceu em R$ 5 por dólar.

Relacionados:

► 'Prévia do PIB' indica alta de 0,86% em outubro; no ano, queda acumulada é de 4,92%► Mercado reduz previsão de crescimento e aumenta projeção de inflação

Leia mais: