clique para ir para a página principal

B3 inicia negociação de cotas de Fundo Imobiliário que replica o IFI-D

Atualizado em -

B3 inicia negociação de cotas de Fundo Imobiliário que replica o IFI-D Freepik
► O que são e como funcionam os fundos imobiliários?► B3 lança índice de Fundos de Investimentos Imobiliários de Alta Liquidez

A partir desta segunda-feira (01), o fundo de investimento IFI-D Inter Fundo de Investimento Imobiliário (FII), direcionado a investidor em geral, passa a ter cotas negociadas no mercado de bolsa. O seu código de negociação na B3 é IFID11.

Foram subscritas 748.151 cotas, ao preço de R$ 100 por cota, na 1ª emissão encerrada no dia 24/02. O montante total da oferta chegou a R$ 74.815.100,00. O fundo tem como administrador a Inter Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda.

De acordo com o prospecto do IFID11, o tipo dele está classificado como 'Fundo de Fundos' - pertencentes à carteira teórica do índice de referência IFI-D (Fundos que investem em títulos imobiliários) - e a sua taxa de administração, escrituração e custódia será de 0,30% a.a. sobre o patrimônio líquido ou valor de mercado do fundo se fizer parte de índice de mercado (IFIX).

"O fundo tem por objeto o investimento em empreendimentos imobiliários na forma prevista na Instrução CVM 472, preponderantemente – assim entendido como até 100% do patrimônio líquido do fundo – através da aquisição de cotas de Fundos de Investimento Imobiliário, e independentemente de deliberação em assembleia geral de cotistas", explica no comunicado.

O Sócio e Economista da VLG Investimentos, Leonardo Milane, ressalta que, no caso dos Fundos Imobiliários, apesar da cobrança de Imposto de Renda (IR) de 20% na venda da cota se houver lucro, os dividendos mensais repassados para cada um dos portadores dos papéis são isentos de IR.

"Outro ponto importante das pessoas entenderem é que existem diversas classes neste universo de fundos. É muito difícil o investidor decidir sozinho em qual aplicar o seu dinheiro. Deve tomar muito cuidado ao fazer as escolhas sobre qual ativo vai colocar na carteira dele. Nos Fundos Imobiliários isso é mais delicado ainda. Existem alguns destes fundos que não contam com imóveis tão bons, por exemplo", explica Milane.

Outra questão relevante apontada é que o investidor escolha fundos que integram a carteira do Índice de Fundos de Investimentos Imobiliários (IFIX). Fazem parte deste índice os fundos com maior liquidez e, portanto, são mais fáceis de serem comprados ou vendidos na B3.

[APRENDA NA PRÁTICA A INVESTIR MELHOR EM FUNDOS IMOBILIÁRIOS]

Podcast +Q1Minuto

Entenda mais sobre os tipos de Fundos de Investimentos disponíveis na B3, inclusive os FIIs, ouvindo o episódio do podcast +Q1Minuto sobre quais são as principais classes de fundos e as vantagens dos FIPs, por exemplo. No programa, o Sócio e Economista da VLG Investimentos, Leonardo Milane, explica com mais detalhes como os investidores podem tomar suas decisões na hora de escolher em qual tipo de fundo investir.

Relacionados:

► O que são e como funcionam os fundos imobiliários?► B3 lança índice de Fundos de Investimentos Imobiliários de Alta Liquidez

Leia mais: