clique para ir para a página principal

CNI aponta alta na atividade industrial no início do ano

Atualizado em -

CNI aponta alta na atividade industrial no início do ano Iano Andrade/CNI
► CNI aponta que investimento federal em transportes é o menor desde 2005► ANAC: Preço médio da tarifa aérea em 2020 foi o menor registrado em 20 anos

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) informou nesta quinta-feira (04) que a atividade industrial iniciou 2021 em um nível superior ao mesmo período de 2020. Todos os índices de janeiro deste ano mostram alta na comparação com o mesmo mês de 2020. Destacam-se o faturamento real, que cresceu 8,7%, e as horas trabalhadas na produção, com alta de 6,7%. A utilização da capacidade instalada atingiu 79% e é 2,2 pontos percentuais superior à do mesmo mês de 2020.

“A atividade industrial segue forte, refletindo a continuidade da trajetória de alta iniciada com a recuperação da atividade. Observamos altas, em alguns casos significativas, na comparação com janeiro do ano passado, quando a pandemia ainda não era uma realidade no Brasil”, diz o gerente de Análise Econômica da CNI, Marcelo Azevedo.

O emprego industrial continua em recuperação. O indicador aumentou 0,1% em janeiro de 2021, na comparação mensal e na comparação com o mesmo mês do ano anterior.

A massa salarial paga pela indústria cresceu 5% em janeiro na comparação com dezembro de 2020 e 0,5% frente ao mesmo mês do ano passado. Já o rendimento médio dos trabalhadores do setor aumentou 5,6% em janeiro frente a dezembro e está 0,4% superior ao pago em janeiro do ano passado.

Segundo a CNI, a alta tanto da massa salarial quanto do rendimento é influenciada pelo fim do programa de acordos de suspensão do contrato de trabalho e redução de jornada e de salários.

Relacionados:

► CNI aponta que investimento federal em transportes é o menor desde 2005► ANAC: Preço médio da tarifa aérea em 2020 foi o menor registrado em 20 anos

Leia mais: