clique para ir para a página principal

Mercado segue movimentado com decisão de Fachin e com expectativa sobre a PEC Emergencial

Atualizado em -

Mercado  segue movimentado com decisão de Fachin e com expectativa sobre a PEC Emergencial NurPhoto / Getty Images
► Anfavea: Produção geral de veículos cai 3,5% em fevereiro, pior resultado para o mês desde a crise de 2016► CNI: Produtividade na indústria caiu em 2020 com crise do coronavírus

Nesta terça-feira (9), o mercado deve seguir movimentado após à decisão do ministro Edson Fachin (STF) de anular as condenações do ex-presidente Lula. Além disso, há a expectativa em torno da discussão em relação à PEC Emergencial que ocorrerá na Câmara dos Deputados e a divulgação de resultados de Magazine Luíza e Marfrig, após o último pregão compõem a temporada de divulgação de balanços.

No mundo, as bolsas reagem em alta em meio à queda dos juros do Tesouro americano que foi de 1,6% para 1,537%. Nos EUA, o índice S&P 500 futuro tem alta de 0,93% e o Nasdaq futuro uma alta de 2,26%, o que demonstra uma recuperação após o pico relacionado ao aumento da taxa de juros americanos. Além disso, o mundo tem a expectativa da recuperação da economia americana após a aprovação do pacote de US$ 1,9 trilhão para destinado ao combate à Covid-19.

Na Europa, o índica Stoxx 600 futuro indica alta de 0,66%, com destaque para a alta de 3,7% nos bancos da Zona do Euro. Na China, os principais índices apresentaram baixas, em meio à expectativa de que Pequim poderá atuar na contenção de dívidas para a prevenção de bolhas de ativos. Além disso, a meta de crescimento apresentada pela China, de 6%, está aquém do esperado por economistas.

Em relação às commodities, o petróleo Brent é negociado com alta de 1,01% a US$ 69,27 o barril, ainda em reação ao ataque de mísseis e drones sofrido pela Arábia Saudita no último domingo (7). Os contratos futuros de minério de ferro são negociados na bolsa de Dalian (China) em queda de 9,95%, a US$ 158,95.

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

4T20

No mundo corporativo, Magazine Luiza divulgou seus resultados do quarto trimestre do ano passado, em que apresenta uma alta em seu lucro líquido de 30,6% a R$ 219,5 milhões. No acumulado de 2020, o resultado em relação a 2019 reduziu em 57,5%, para R$ 391,7 milhões. Sem considerar as receitas e despesas não recorrentes, a alta trimestral foi de 39,8% e a alta anual foi de 25,1%.

A Marfrig também apresentou seus números, em que houve uma alta recorde de 1413,76% em seu lucro líquido, a R$ 3,3 bilhões em todo o ano de 2020. Sobre seus resultados do último trimestre do mesmo ano, houve uma alta de R$ 1,171 bilhão, cerca de 43 vezes acima do resultado do mesmo período de 2019.

Por sua vez, a Petz divulgou um lucro líquido de R$ 27,4 milhões no quarto trimestre de 2020, resultado com alta de 65,1% em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Por fim, a Santos Brasil teve um lucro líquido de R$ 14,3 milhões no quarto trimestre, o que representou uma alta de 38,8% em relação a 2019. No acumulado anual, a empresa apresentou prejuízo de R$ 13,8 milhões, em comparação com o lucro de R$ 11 milhões em 2019.

Relacionados:

► Anfavea: Produção geral de veículos cai 3,5% em fevereiro, pior resultado para o mês desde a crise de 2016► CNI: Produtividade na indústria caiu em 2020 com crise do coronavírus

Leia mais: