clique para ir para a página principal

IPO da LG Informática pode movimentar cerca de R$ 900 milhões

Atualizado em -

IPO da LG Informática pode movimentar cerca de R$ 900 milhões Divulgação | LG Informática
► O que é uma IPO e como posso avaliar uma oportunidade?► Plataforma de investimentos Modalmais registra pedido de IPO

De acordo com previsões do cronograma publicado nesta segunda-feira (15) na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a oferta inicial de ações (IPO) da LG Informática poderá movimentar cerca de R$ 900 milhões.

O cálculo foi feito levando em consideração a venda total dos papéis e usando o centro da faixa de preço estimada para a ação: R$ 17,50 cada.

Os coordenadores da oferta, Itaú BBA, UBS-BB e BTG Pactual, definiram a faixa de preço por ação de R$ 15 a R$ 20 cada.

Em seu registro para o pedido de IPO, em fevereiro, a LG Informática informou que pretende usar o dinheiro para pesquisa e desenvolvimento, incluindo projetos de monetização da base, aquisições de outras empresas e para reforço do capital de giro.

De acordo com a Reuters, além disso, acionistas individuais e o Mont Blanc Brasil Partners, veículo de investimento gerido pela HIG Capital, podem levantar por volta de R$ 549 milhões ao venderem uma fatia no negócio.

A estreia das ações no pregão da Bovespa deve acontecer no dia 6 de abril, com os papéis sendo negociados pelo ticker GENT3, e a definição do preço da operação da empresa especializada em softwares de gestão de recursos humanos está prevista para 1º de abril.

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Volume recorde de IPOs

Depois do ano passado (com o recorde de ofertas públicas de ações na década), o primeiro trimestre de 2021 iniciou com uma fila de empresas solicitando a abertura de capital na bolsa de valores brasileira.

Em análise sobre este cenário, o Banco Itaú BBA projeta um volume de até R$ 140 bilhões em ofertas de ações ao longo de 2021, entre IPOs e ofertas subsequentes. No ano passado, a B3 registrou 28 IPOs - o segundo maior número da história – ficando atrás somente de 2007, com 64. Porém, em volume nominal de recursos captados, 2020 foi recorde, com R$ 117 bilhões contra R$ 55 bilhões há 13 anos. Os lançamentos foram de companhias que atuam em diversos setores, desde a Rede D’Or (R$ 11,4 bilhões) até a Petz (R$ 3 bi).

"De fato esse tipo de negociação beneficia muito o investidor que deseja diversificar e busca uma alternativa além da renda fixa. No entanto, um IPO não é necessariamente algo bom para o investidor. Tem que ser feito um trabalho de garimpo, de muito estudo sobre essas empresas que vão abrir capital. O investidor precisa da ajuda de um profissional, de um assessor de investimentos de qualidade, para poder separar o joio do trigo. É muita informação para ser avaliada e para o investidor que está começando digerir de uma vez", destaca Leonardo Milane, Sócio e Economista da VLG Investimentos.

Entenda mais sobre o universo dos IPOs ouvindo o episódio do podcast +Q1Minuto sobre o crescimento das ofertas disponíveis na B3. Nele o Sócio e Economista da VLG Investimentos, Leonardo Milane, aprofunda o tema e explica com mais detalhes como os investidores podem se orientar sobre os papéis de novas empresas lançados na bolsa de valores.

Relacionados:

► O que é uma IPO e como posso avaliar uma oportunidade?► Plataforma de investimentos Modalmais registra pedido de IPO

Leia mais: