clique para ir para a página principal

Ânima fecha 4T20 com ganhos de R$ 217 milhões; Yduqs tem prejuízo de R$ 102 milhões no último trimestre

Atualizado em -

Ânima fecha 4T20 com ganhos de R$ 217 milhões; Yduqs tem prejuízo de R$ 102 milhões no último trimestre Divulgação / Ânima
► Mitre registra alta de 329,3% no 4T20 e lucro fica em R$ 22,559 mi; Guararapes lucra R$ 368 mi no 4T20 ► Notre Dame Intermédica registra lucro de R$ 232,7 milhões no 4T20

O grupo educacional Ânima (ANIM3) registrou ganhos de cerca de R$ 217 milhões no quarto trimestre do ano passado, registrando aceleração de 37% na comparação anual.

Segundo os dados divulgados, a receita líquida da empresa fechou em R$ 376 milhões nos último três meses de 2020, crescimento de 26% na comparação com o 4T19. No ano, o resultado foi de R$ 1.355 bilhão, alta de 21,9% em relação a 2019.

O Ebitda ajustado da companhia cresceu 8% na comparação dos trimestres, atingindo R$ 65,5 milhões.

Os dados ainda apontaram que, no último trimestre, as despesas comerciais totalizaram R$ 54,5 milhões, as despesas gerais somaram R$ 134 milhões e outros gastos operacionais foram de R$ 6,5 milhões.

O resultado operacional da empresa no quarto trimestre somou aproximadamente R$ 96 milhões e no total do ano o registro foi de cerca de R$ 503 milhões.

“Todos os olhos estão no ciclo de captação de 2021, que provavelmente será impactado negativamente pela segunda onda da Covid no Brasil, que em nossa opinião é a causa da pressão de curto prazo sobre as ações, que deve permanecer até que tenhamos uma visão mais clara sobre o impacto da Covid na captação”, relata a análise da XP Investimentos.

Yduqs

Nesta quarta-feira (17), a Yduqs (YDUQ3) divulgou que encerrou o quarto trimestre de 2020 com um prejuízo de R$ 102 milhões. No 4T19, o resultado havia sido um lucro de R$ 58 milhões.

No total do ano passado, empresa teve lucro de R$ 98 milhões, recuo de 84% na comparação com o resultado de 2019.

Os dados divulgados apontaram que a receita líquida subiu 14,4% no último trimestre, ficando em R$ 963 milhões. No acumulado do ano, o montante cresceu 8,1%, somando R$ 3,8 bilhões.

“Ao longo do ano de 2020, a receita líquida foi impactada por uma série de leis e decisões na justiça que implicaram em concessão linear de descontos pelas instituições de ensino superior, afetando assim as operações presenciais em diversos Estados da Federação”, informa a empresa.

O Ebitda ajustado da empresa registrou desaceleração de 50% no 4T20, fechando em R$ 114 milhões.

De acordo com as informações divulgadas pela Yduqs, o ensino digital cresceu 63,9% no trimestre, somando um total de 427 mil alunos.

“Esse aumento é consequência das aquisições recentes, e principalmente do forte ritmo de expansão e maturação dos polos, que cresceram 62%”, explica a companhia.

Relacionados:

► Mitre registra alta de 329,3% no 4T20 e lucro fica em R$ 22,559 mi; Guararapes lucra R$ 368 mi no 4T20 ► Notre Dame Intermédica registra lucro de R$ 232,7 milhões no 4T20

Leia mais: