clique para ir para a página principal

Diretora Fernanda Nechio deixará cargo no Banco Central

Atualizado em -

Diretora Fernanda Nechio deixará cargo no Banco Central Marcos Oliveira/Agência Senado
► O que muda com a autonomia do Banco Central?► Copom eleva taxa básica de juros de 2% para 2,75% ao ano

O Banco Central (BC) informou nesta quinta-feira (18) que a diretora de Assuntos Internacionais, Fernanda Nechio, deixará o cargo por razões pessoais. O presidente do BC, Roberto Campos Neto, indicou a economista Fernanda Magalhães Rumenos Guardado para a vaga.

Guardado é economista-chefe do Banco Bocom BBM desde 2019 e, de acordo com o BC, tem doze anos de experiência como economista do setor financeiro. A indicação precisa ser aprovada pelo Senado Federal e, se aprovada, a nomeação é feita pelo presidente da República.

"Nechio deixará suas funções após a próxima reunião do Copom, em 4 e 5 de maio, ou antes dessa data, caso sua substituta seja aprovada pelo Senado Federal e nomeada pelo senhor Presidente da República antes de 4 de maio", informou o BC.

Nechio foi a quarta mulher a compor a diretoria do BC na história do banco, onde estava desde julho de 2019, indicada pelo presidente da autarquia, Roberto Campos Neto. No cargo, Nechio tinha entre suas atribuições tocar ações relacionadas à sustentabilidade da Agenda BC#, que reúne as iniciativas prioritárias do BC.

Relacionados:

► O que muda com a autonomia do Banco Central?► Copom eleva taxa básica de juros de 2% para 2,75% ao ano

Leia mais: