clique para ir para a página principal

Ibovespa encerrou em queda de 1,47% seguindo o pessimismo nas bolsas americanas

Atualizado em -

Ibovespa encerrou em queda de 1,47% seguindo o pessimismo nas bolsas americanas Pexels
► Ânima fecha 4T20 com ganhos de R$ 217 milhões; Yduqs tem prejuízo de R$ 102 milhões no último trimestre ► Bolsonaro assina MPs que permitem retorno do auxílio emergencial

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

O índice brasileiro encerrou o dia em queda de -1,47% aos 114.835 pontos seguindo o pessimismo nas bolsas americanas. Em Wall Street, os índices de ações despencaram puxados pelas ações de empresas de alta tecnologia, em meio ao avanço de 10 pontos-base nos rendimentos dos títulos do Tesouro dos Estados Unidos com vencimento em 10 anos, que atingiram 1,72% ao ano. Nasdaq caiu 3,02%, enquanto os índices S&P 500 e Dow Jones recuaram 1,48% e 0,46% respectivamente.

Por aqui, os investidores digeriram a decisão surpreendente do Comitê de Política Monetária (Copom) de elevar a Selic em 0,75 ponto percentual para 2,75% ao ano. De um lado, isso mostra a independência do BC e um compromisso em combater o avanço da inflação, que já chegou a 5,2% nos últimos 12 meses segundo o IPCA de fevereiro. Por outro, conforme os juros aumentam, ativos de renda variável se tornam menos atrativos em comparação com a renda fixa.

Em São Paulo, o prefeito Bruno Covas decidiu adiar dois feriados municipais de 2021 e três de 2022 para tentar evitar circulação de pessoas entre os dias 26 de março até 4 de abril como medida de combate ao coronavírus.

Enquanto isso, o dólar comercial registra queda de -0,3% a R$ 5,569 na compra e a R$ 5,569 na venda.

Maiores altas

  • SulAmérica (SULA11) +3,15% R$36,96
  • Santander (SANB11) +2,56% R$40,80
  • Bradesco (BBDC4) +2,08% R$26,53

Maiores baixas

  • Petrorio (PRIO3) -7,98% R$88,80
  • Gol (GOLL4) -7,49% R$21,37
  • Magazine Luiza (MGLU3) -6,10% R$22,48

Relacionados:

► Ânima fecha 4T20 com ganhos de R$ 217 milhões; Yduqs tem prejuízo de R$ 102 milhões no último trimestre ► Bolsonaro assina MPs que permitem retorno do auxílio emergencial

Leia mais: