clique para ir para a página principal

Volvo e Scania reduzem produção no Brasil devido ao agravamento da pandemia

Atualizado em -

Volvo e Scania reduzem produção no Brasil devido ao agravamento da pandemia Volvo | Divulgação
► Falta de insumos, câmbio e carga tributária comprometem fabricação de veículos no país► Volkswagen suspende produção no Brasil em razão do agravamento da pandemia da Covid-19

As montadoras Volvo e Scania anunciaram medidas de redução da operação no Brasil em função do agravamento da pandemia. As empresas suecas seguem o caminho da Volkswagen, que, na semana passada, anunciou a suspenção da produção no país, a princípio até o próximo dia 4 de abril, em razão da pandemia.

Segundo comunicado, a Volvo irá reduzir 70% da produção de caminhões na unidade de Curitiba até o fim do mês. Já a Scania vai paralisar a produção em São Bernardo do Campo (SP) até o dia 5 de abril.

”O motivo é o alto nível de instabilidade na cadeia, global e local, de abastecimento de peças, principalmente semicondutores, combinado com o agravamento da pandemia”, informou a Volvo.

De acordo com a montadora, a medida impacta cerca de 2 mil empregados que atuam na produção dos caminhões. Seguem funcionando, no entanto, a produção de ônibus, o serviço de atendimento emergencial a veículos Volvo e a distribuição de peças para as concessionárias e distribuidores da marca. Os cerca de 1,5 mil funcionários da parte administrativa seguem em home office.

Sobre a Scania, o Sindicato dos Metalúrgicos da região de São Bernardo do Campo informou que a decisão pela suspensão da produção ocorreu negociação entre as partes levando em conta o colapso no sistema de saúde.

Relacionados:

► Falta de insumos, câmbio e carga tributária comprometem fabricação de veículos no país► Volkswagen suspende produção no Brasil em razão do agravamento da pandemia da Covid-19

Leia mais: