clique para ir para a página principal

Loft capta R$ 2,3 bi e pretende ampliar atuação para todo o Brasil

Atualizado em -

Loft capta R$ 2,3 bi e pretende ampliar atuação para todo o Brasil Loft | Divulgação
► Câmara aprova marco legal das startups; texto segue para o Senado► Startups bilionárias: quais são os unicórnios brasileiros?

A startup Loft, plataforma digital de compra e venda de apartamentos, anunciou hoje uma nova captação de US$ 425 milhões (R$ 2,3 bilhões) com investidores. A ideia é utilizar os recursos para ampliar a atuação da plataforma além das cidades do Rio e São Paulo.

Essa é a quarta série de captação de investimentos da empresa, que foi criada em 2018. Até o momento, já foi captado um total de US$ 275 milhões.

”A maior parte dos recursos será investido no nosso aumento de portfólio, melhoramento do processo tanto para compradores quanto para vendedores, além de investimento em tecnologia e dados. Nossa área de financiamentos cresceu bastante no ano passado e decidimos ampliar para o território nacional”, disse à Reuters o presidente e fundador da Loft, Mate Pencz.

O executivo disse que a empresa foi concebida para ter ações na bolsa, mas que não há essa perspectiva a curto prazo. Ele também descartou a possibilidade de uma nova aquisição de curto prazo e o foco segue na ampliação do marketplace.

Relacionados:

► Câmara aprova marco legal das startups; texto segue para o Senado► Startups bilionárias: quais são os unicórnios brasileiros?

Leia mais: