clique para ir para a página principal

Índices futuros americanos operam em queda após fechamento com alta recorde na semana anterior

Atualizado em -

Índices futuros americanos operam em queda após fechamento com alta recorde na semana anterior Freepik
► Renault é a oitava montadora no país a suspender produção por combate à pandemia► CNC estima que comércio deve ter a pior Páscoa desde 2008

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Nesta segunda-feira (29), a sessão é mista em relação aos principais índices mundiais. Na Europa, os índices apresentam alta, em meio à expectativa de abertura da economia no Reino Unido. Nos EUA, os índices futuros recuam após o fechamento com alta recorde na semana anterior. No Brasil, os números da pandemia de Covid-19 chamam a atenção, e no contexto corporativo, Oi e Cemig são os destaques em relação à temporada de resultados.

Em relação aos mercados mundiais, nos EUA os índices futuros Dow Jones, S&P 500 e Nasdaq indicam quedas de 0,41%, 0,34% e 0,10%, respectivamente. Na semana passada, o secretário de imprensa do governo, Jen Psaki, afirmou que Joe Biden pretende anunciar mais dois pacotes de estímulos nos próximos meses, relacionados a infraestrutura, saúde e apoio a famílias.

Na Europa, o índice Stoxx 600 indica alta de 0,58%, em meio ao anúncio de alívio das medidas de lockdown no Reino Unido após quedas nas taxas de hospitalização e de mortes. No entanto, no resto do continente a tensão em relação à vacinação continua. A União Europeia continua a ameaçar o bloqueio da exportação de imunizantes até que se cumpram as metas de vendas regionais.

Na Ásia, as bolsas fecharam com resultados variados. As bolsas da China continental tiveram altas, e o índice Nikkei 225, do Japão, subiu 0,71%, mas os papéis da empresa japonesa de serviços financeiros Nomura recuaram 16,33% na segunda, após a empresa anunciar um prejuízo potencial de US$ 2 bilhões em uma subsidiária dos Estados Unidos.

Em relação às commodities, o petróleo Brent é negociado com alta de 0,85%, cotado a US$ 64,98 por barril, após uma empresa de serviços do canal de Suez informar que foi possível deixar o navio Ever Given “parcialmente” em posição de flutuação. Os contratos futuros de minério de ferro negociados na bolsa de Dalian fecharam em alta de 2,01%, cotados a US$ 171,16 a tonelada.

Contexto corporativo

A Oi, em recuperação judicial, registrou lucro líquido atribuível aos controladores de R$ 1,79 bilhão no quarto trimestre de 2020, revertendo parcialmente o prejuízo de R$ 2,26 bilhões no mesmo período de 2019. No consolidado de 2020, houve prejuízo de R$ 10,5 bilhões.

A Cemig divulgou lucro líquido de R$ 1,322 bilhão no quarto trimestre do ano passado, o que foi um montante de 136,2% maior do que o lucro de R$ 563,9 milhões (reapresentado) no mesmo período de 2019.

Além disso, a Eletrobras informou nesta sexta-feira que o conselheiro Ricardo Brandão apresentou carta de renúncia e deixará o cargo a partir de 1º de Abril. Brandão havia sido indicado pelo governo, controlador da empresa.

Relacionados:

► Renault é a oitava montadora no país a suspender produção por combate à pandemia► CNC estima que comércio deve ter a pior Páscoa desde 2008

Leia mais: