clique para ir para a página principal

Febraban divulga que brasileiro espera melhora da economia só para 2022

Atualizado em -

Febraban divulga que brasileiro espera melhora da economia só para 2022 Christiano Antonucci/ Secom-MT
► Bolsonaro assina MP que moderniza o ambiente de negócios no Brasil► Governo zera impostos de importações de medicamentos e produtos de combate à Covid-19

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e o Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe) divulgaram nesta segunda-feira (30) que o consumidor brasileiro está pessimista quanto à recuperação da economia nacional e das suas finanças familiares. Com o país apontado como atual epicentro da Covid-19 no mundo, a expectativa é de que a recuperação só venha a partir de 2022.

Para 54% do entrevistados pela pesquisa, a situação financeira domiciliar não se recupera ainda em 2021. Mais prejudicados, 5% não acreditam em uma recuperação. Na contramão, 23% dos ouvidos acreditam que a recuperação ocorre ainda este ano e 11% disseram não ter sido afetados pela crise desencadeada pela pandemia do coronavírus.

A expectativa geral para a economia nacional é pior - 75% dos respondentes afirmam que o país se recupera só depois de 2021. São 9% os que falam em reação ainda este ano e outros 9% os que não acreditam em recuperação do país. A pesquisa aponta ainda que 1% que não acredita que a economia tenha sido afetada.

O levantamento fez ainda uma avaliação de expectativas quanto a setores específicos da economia neste ano. Entre os pesquisados, 70% avaliam que o desemprego vai aumentar, 64% que o poder de compra do brasileiro vai diminuir e 80% acreditam em aumentos da inflação e do custo de vida. Para o levantamento foram ouvidas 3 mil pessoas maiores de 18 anos em todo o país, entre os dias 1 e 7 de março de 2021.

Relacionados:

► Bolsonaro assina MP que moderniza o ambiente de negócios no Brasil► Governo zera impostos de importações de medicamentos e produtos de combate à Covid-19

Leia mais: