clique para ir para a página principal

A importância do market maker para a liquidez no mercado financeiro

Atualizado em -

A importância do market maker para a liquidez no mercado financeiro Envato
► Fusões e aquisições no setor de Saúde movimentaram US$ 1 bi no Brasil em 2020► B3 libera 12 novos BDRs de ETFs para qualquer investidor

Também conhecido como formador de mercado, o market maker tem ampliado cada vez mais espaço no mercado financeiro brasileiro. Ele é o agente responsável por estabelecer um preço máximo e mínimo para se comprar e vender um ativo através da instituição dele. Assim, a volatilidade característica de alguns ativos com baixa liquidez acaba sendo reduzida e, consequentemente, é estabelecido um 'preço justo' para o ativo.

Em resumo, o market maker é um participante do mercado comprometido em manter ofertas de compra e venda de um ativo dando liquidez ao papel. No geral, quem faz essa função são corretoras, bancos e demais instituições financeiras contratadas para tal finalidade.

Como exemplo, podemos citar casos de empresas emissoras de ações ou debêntures que contratam um market maker com a função de aumentar a liquidez dos seus papéis e, desta forma, estimular a negociação e gerar mais segurança ao investidor final.

O que ocorre é que investidores podem estar interessados na compra de um ativo, mas a possibilidade de ter dificuldade em vender o papel em algum momento que necessite do resgate aumenta o risco para o investidor. Portanto, essa baixa liquidez no mercado pode acarretar numa redução de interesse dos investidores pelo papel.

A Bovespa define o market maker como "pessoa jurídica cadastrada na bolsa de valores brasileira (B3), comprometida a manter ofertas de compra e venda de forma regular e contínua durante o horário da sessão de pregão, gerando fomento a liquidez dos valores mobiliários e mitigando movimentos artificiais nos preços dos produtos". A atividade de formador de mercado está regulamentada pela instrução CVM nº 384 de 17 de março de 2003 e pelo regulamento para credenciamento do formador de mercado nos mercados administrados pela B3.

Portanto, os agentes de liquidez devem atuar diariamente respeitando os parâmetros de atuação (quantidade mínima, spread máximo e percentual de atuação na sessão de negociação). Entretanto, caso o mercado financeiro apresente comportamento atípico, com oscilações fora dos padrões regulares (decorrentes de algum fato econômico, catastrófico ou, até mesmo, algum fato positivo inesperado que altere em demasia o preço do papel), o formador de mercado poderá ter seus parâmetros alterados, com consenso da B3, ou ser liberado de suas obrigações durante a sessão de negociação.

Importante: O preço dos ativos segue a lei da oferta e demanda: quando a busca por um ativo é baixa e a oferta é alta, a tendência do preço é de desvalorização, agora se a demanda é alta e a oferta for baixa o preço desse título provavelmente se valorizará.

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Como os markets makers ganham com as operações?

Por atuarem nas duas pontas do mercado, como compradores e vendedores, lucram através de um spread sobre o preço das operações. A diferença entre o preço que o investidor recebe e o preço real do mercado é justamente o lucro dos formadores de mercado. Fora isso, também são possíveis negociações de comissões por fornecer liquidez às empresas contratantes.

O Sócio e Economista da VLG Investimentos, Leonardo Milane, destaca que algumas regras sobre liquidez na B3 passaram por mudanças recentemente para gerar mais negociações de algumas classes de ativos.

"Por exemplo, a B3 colocou market maker para vários BDRs negociados por aqui. Uma das exigências com as gestoras provedoras de BDRs foi que elas contratassem formadores de mercado para fomentar liquidez", explica Milane.

O market maker está exposto ao risco inerente à sua função. Pense no caso, por exemplo, do quanto os preços são afetados no curto prazo nas ações da Petrobras quando a estatal anuncia uma grande diminuição nos preços dos combustíveis. Enquanto muitos donos de papéis da petroleira estão querendo vender, o market maker tem de comprar ao mesmo tempo em que o preço segue caindo.

Tendo como modelo outros mercados internacionais, a participação destes agentes jurídicos na B3 tem como objetivo amadurecer o mercado financeiro local dando oportunidades de entrada para novos atores e operações mais robustas. Logo, entender melhor como funciona o papel dos formadores de mercado é parte importante para se tornar um investidor profissional em busca melhores resultados para os seus investimentos.

Relacionados:

► Fusões e aquisições no setor de Saúde movimentaram US$ 1 bi no Brasil em 2020► B3 libera 12 novos BDRs de ETFs para qualquer investidor

Leia mais: