clique para ir para a página principal

FMI projeta crescimento de 3,6% na economia brasileira em 2021

Atualizado em -

FMI projeta crescimento de 3,6% na economia brasileira em 2021 José Paulo Lacerda / CNI
► Desemprego no trimestre terminado em janeiro chega a 14,2%, o maior da série histórica► PMI da indústria brasileira fecha em 52,8 em março e atinge menor resultado em nove meses

O Fundo Monetário Internacional (FMI) divulgou que fez uma pequena alteração na estimativa de crescimento da economia do Brasil em 2021. O aumento foi de 0,1 ponto percentual e agora a projeção é que a economia brasileira cresça 3,7% neste ano.

Já a estimativa para 2022, foi mantida. Assim como já havia sido divulgado em janeiro, a expectativa é que o PIB nacional registre aceleração de 2,6% no próximo ano.

A perspectiva do FMI para mercados emergentes, divisão em que o Brasil se enquadra, ficou em 6,7% para 2021 e se manteve em 5% para 2022.

O resultado brasileiro ficou inferior a projeção que foi feita para América Latina e Caribe, que tiveram indicadores em 4,6% neste ano e 3,1% para o próximo ano.

“Após forte queda em 2020, apenas uma recuperação leve e de diferentes velocidades é esperada na América Latina e Caribe em 2021”, informa o FMI no relatório.

O FMI ainda destacou que o crescimento da economia nos países vai estar diretamente relacionada com a vacinação e a trajetória da pandemia em cada nação.

Ainda de acordo com os dados da projeção, neste ano, a taxa de desemprego do Brasil deve ficar em 14,5% e cair para 13,2% em 2022. O índice de preços ao consumidor tem estimativa de ficar em 4,6% no atual ano e 4% no próximo.

Em relação a inflação, o fundo prevê que o indicador encerre 2021 em 3,75% e desça para 3,5% em 2022.

Relacionados:

► Desemprego no trimestre terminado em janeiro chega a 14,2%, o maior da série histórica► PMI da indústria brasileira fecha em 52,8 em março e atinge menor resultado em nove meses

Leia mais: