clique para ir para a página principal

OMS se posiciona contra o uso de passaportes de vacinação da Covid

Atualizado em -

OMS se posiciona contra o uso de passaportes de vacinação da Covid Pexels
► Butantan entrega mais 1 milhão de doses ao Ministério da Saúde ► Câmara vai debater quebra de patentes de vacinas em comissão geral na quinta-feira (08)

Nesta terça-feira (06), uma porta-voz da Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou que a entidade não apoia a exigência de passaportes de vacinação para entrada ou saída de países. De acordo com reportagem da Reuters, a o posicionamento ocorre devido à incerteza sobre se a vacinação contra Covid-19 evita a transmissão do vírus e também por preocupações relacionadas à igualdade.

Em um briefing da Organização das Nações Unidas, a porta-voz da OMS Margaret Harris disse que a organização tem a expectativa de analisar a listagem para uso emergencial das vacinas contra Covid-19 dos laboratórios chineses Sinopharm e Sinovac por volta do final de abril.

Quebra de patentes

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, pediu em reunião bilateral com o governo brasileiro (no sábado passado) que as autoridades apoiem a suspensão de patentes de vacinas contra a Covid.

A questão a respeito da propriedade das vacinas vem sendo debatido na Organização Mundial do Comércio (OMC), que vive um impasse diante de um racha na comunidade internacional.

O Brasil é um dos países que também passou a apoiar a ideia da nova gestão da OMC de buscar acordos concretos para garantir a transferência de tecnologia entre as grandes multinacionais e laboratórios pelo mundo, sem a quebra de patentes. Um exemplo é a AstraZeneca, que fechou parceria com a Fiocruz e outros centros.

Em conversa entre Tedros e o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o governo brasileiro insistiu na possibilidade de ampliar o abastecimento de vacinas da OMS, por meio da Covax Facility (consórcio global de vacinas).

Relacionados:

► Butantan entrega mais 1 milhão de doses ao Ministério da Saúde ► Câmara vai debater quebra de patentes de vacinas em comissão geral na quinta-feira (08)

Leia mais: