clique para ir para a página principal

Emissão de CRAs tendo o BNDES como garantidor de crédito captam R$ 29 milhões

Atualizado em -

Emissão de CRAs tendo o BNDES como garantidor de crédito captam R$ 29 milhões Pexels
► JBS projeta levantar mais de R$ 1,5 bilhão com distribuição de CRAs► Sul-africana Oro Agri amplia investimentos em sua planta brasileira

Lançados nesta terça-feira (6) pela Ecoagro em oferta pública, os Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRAs) captaram R$ 29 milhões, em recursos privados que permitirão a produtores rurais cooperados do Rio Grande do Sul terem acesso ao crédito para investimentos no campo.

Com parcelas anuais em junho de 2021, de 2022 e vencimento em 2023, os títulos contam com isenção de imposto de renda - se adquiridos por pessoas físicas - e terão amortização e remuneração anuais. A garantia do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) incidirá sobre a cota sênior da emissão, podendo chegar a R$ 17,4 milhões. A operação será lastreada e garantida, em última instância, pelos recebíveis de membros da cooperativa.

O recém-criado BNDES Garantia permite ao banco atuar como garantidor do crédito, em modelo similar ao que ocorreu no Programa Emergencial de Acesso ao Crédito (PEAC) - que usou recursos do Fundo Garantidor de Investimentos (FGI) para assegurar R$ 92 bilhões em financiamentos no ano passado.

Nesta primeira atuação em modelo piloto do BNDES como garantidor de financiamentos rurais, a operação da emissão dos CRAs foi feita para a Cotrijal, cooperativa que reúne mais de 7.700 cooperados e atua em 32 municípios no norte do Rio Grande do Sul.

De acordo com um comunicado do BNDES, a modelagem foi concebida como uma solução para estimular o financiamento privado ao setor agropecuário dentro de um contexto de aversão ao risco e busca por diminuir a dependência de recursos públicos para o setor.

"O BNDES Garantia representa mais um passo da instituição no sentido de se estabelecer como um banco que promove o desenvolvimento por meio de uma ampla gama de serviços, inclusive aqueles complementares ao financiamento tradicional", explica o diretor de Crédito e Garantia do BNDES, Petrônio Cançado.

Para o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), essa operação concretiza um caminho mais efetivo de como o Estado deve estimular o mercado de crédito para o agronegócio brasileiro.

"Entrando como garantidor de instrumentos de crédito, mitigando riscos de perdas do investidor, os recursos públicos permitem acesso de um número maior de produtores rurais a crédito menos oneroso do que o mecanismo de equalização de taxas proporciona", avalia o secretário adjunto de Política Agrícola, José Angelo Mazzillo Junior.

Nesta quinta-feira (8), às 15h20, o presidente do BNDES, Gustavo Montezano, e a Ministra Teresa Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) farão uma live de lançamento do CRA. O evento pode ser visto no youtube.com/bndes.

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Podcast +Q1Minuto

Entenda melhor como lucrar com o crescimento do setor do agronegócio brasileiro. Desde a liberação do crédito ao produtor rural até a possibilidade de rentabilizar a sua carteira com a aplicação em ativos como CRAs, LCAs e Derivativos.

Ouça o episódio do +Q1Minuto sobre como investir no Agronegócio e amplie o seu conhecimento sobre as oportunidades no setor através dos investimentos nas commodities agrícolas.

Relacionados:

► JBS projeta levantar mais de R$ 1,5 bilhão com distribuição de CRAs► Sul-africana Oro Agri amplia investimentos em sua planta brasileira

Leia mais: