clique para ir para a página principal

Ibovespa encerrou o dia em +0,97% renovando sua máxima desde fevereiro

Atualizado em -

Ibovespa encerrou o dia em +0,97% renovando sua máxima desde fevereiro Pexels
► Bolsa brasileira libera 12 novos BDRs de ETFs para qualquer investidor► Méliuz registra crescimento de 226% na base de usuários ativos

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

O índice brasileiro encerrou o dia em alta de +0,97% cotado aos 118.811 pontos, renovando, assim, sua máxima desde fevereiro de 2021. O movimento se descolou do cenário externo, com os índices nos Estados Unidos encerrando o dia em queda após a fala do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell.

Por aqui, o mercado reflete as discussões em torno do Orçamento de 2021. A fala de Bolsonaro é de que o Executivo e o Congresso estão próximos de um acordo, enquanto a equipe econômica do governo insiste na necessidade do veto do presidente.

Também no radar está a instalação da CPI para apurar as responsabilidades do governo federal no combate à pandemia. O clima da semana começa contaminado depois do senador Jorge Kajuru divulgar telefonema em que Bolsonaro teria dito ter receio de um “relatório sacana”, pediria pressão por impeachment de ministros do Supremo e ainda requisitaria a inclusão de estados e municípios no escopo da CPI.

Enquanto isso, o dólar comercial registra alta de +0,84% a R$ 5,721 na compra e a R$ 5,722 na venda.

Maiores altas

  • Pão de Açúcar (PCAR3) +9,79% R$37,00
  • Braskem (BRKM5) +7,98% R$46,83
  • Minerva (BEEF3) +5,55% R$11,41

Maiores baixas

  • Eletrobras (ELET6) -2,75% R$34,97
  • Azul (AZUL4) -2,16% R$38,50
  • Eletrobras (ELET3) -1,95% R$34,76

Relacionados:

► Bolsa brasileira libera 12 novos BDRs de ETFs para qualquer investidor► Méliuz registra crescimento de 226% na base de usuários ativos

Leia mais: