clique para ir para a página principal

Embrapa tem o primeiro laboratório público de biotecnologia acreditado para análise de inoculantes da soja

Atualizado em -

Embrapa tem o primeiro laboratório público de biotecnologia acreditado para análise de inoculantes da soja Envato
► AgRural aponta que colheita de soja acelera no Brasil e vai a 71% da área► Conab: Produção de grãos brasileiros deve atingir marca recorde de 273 milhões toneladas

Nesta terça-feira (13), a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) divulgou ter recebido, no mês passado, uma acreditação do Inmetro que o torna o Laboratório de Biotecnologia do Solo da Embrapa Soja (PR) o primeiro de pesquisa público brasileiro apto a realizar análises de inoculantes e identificação de microrganismos.

"Essa conquista é relevante porque os relatórios de ensaios referentes às análises de inoculantes emitidos por laboratório acreditado em ISO 17025:2017 são reconhecidos internacionalmente", afirma o gestor de qualidade da Embrapa Soja, Moisés de Aquino.

O reconhecimento do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia pode impactar positivamente no mercado de insumos biológicos, em amplo crescimento no Brasil, através da comercialização de mais de 70 milhões de doses de inoculantes registrados na última safra. A aprovação também gera oportunidades para a exportação de bioinsumos da indústria nacional.

Com a certificação de qualidade, a Embrapa Soja entra para um grupo seleto de laboratórios internacionais que têm acreditação para garantir a produção de bioinsumos.

"Estamos muito felizes com a acreditação, que dá ainda mais destaque à Embrapa como empresa que zela pela pesquisa e conservação de microrganismos, desenvolvimento e análise de bioinsumos e ainda mantém a agricultura brasileira em patamares elevados de produtividade e de sustentabilidade", comemora Mariangela Hungria, pesquisadora da Embrapa Soja.

A noção da importância dos bionsumos para o agronegócio brasileiro aumenta a cada novo avanço tecnológico. Levando em consideração somente a inoculação da soja com bactérias fixadoras de nitrogênio, o Brasil deixa de gastar com fertilizantes nitrogenados cerca de US$ 14 bilhões por ano.

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Podcast +Q1Minuto

Entenda melhor como lucrar com o crescimento do setor do agronegócio brasileiro. Desde a liberação do crédito ao produtor rural até a possibilidade de rentabilizar a sua carteira com a aplicação em ativos como CRAs, LCAs e Derivativos.

Ouça o episódio do +Q1Minuto sobre como investir no Agronegócio e amplie o seu conhecimento sobre as oportunidades no setor através dos investimentos nas commodities agrícolas.

Relacionados:

► AgRural aponta que colheita de soja acelera no Brasil e vai a 71% da área► Conab: Produção de grãos brasileiros deve atingir marca recorde de 273 milhões toneladas

Leia mais: