clique para ir para a página principal

Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA renovam mínima pela segunda semana

Atualizado em -

Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA renovam mínima pela segunda semana Pexels
► Congresso americano aprova pacote fiscal de US$ 1,9 trilhão► FGV: Monitor do PIB indica crescimento de 1,4% em fevereiro

Os Estados Unidos registraram 547 mil pedidos de seguro-desemprego na última semana. Foram 39 mil pedidos a menos, segundo dados com ajustes sazonais publicados nesta quinta-feira (22), pelo Departamento do Trabalho do país. Este é o menor nível do indicador desde março de 2020.

O total de pedidos da semana anterior foi revisado para cima, de 576 mil a 586 mil.

Já o número de pedidos continuados teve queda de 34 mil na semana encerrada em 10 de abril, a 3,674 milhões. Esse indicador é divulgado com uma semana de atraso.

Com isso, são duas semanas consecutivas em que os números se apresentam abaixo de 600 mil, os menores níveis desde o início da pandemia em 2020. Porém, ainda longe do observado em tempos pré-pandêmicos.

Desde semana passada, há divulgação de dados que indicam uma melhora da economia americana. Os números de vendas do varejo e da produção da manufatura melhoraram conforme o consumo também aumentou.

Em março, houve abertura de 916 mil novos postos de trabalho e a tendência é de ganhos para abril também, visto que o país atingiu a marca de 200 milhões de pessoas vacinadas e espera-se que a imunidade de rebanho seja observada a partir de junho.

Relacionados:

► Congresso americano aprova pacote fiscal de US$ 1,9 trilhão► FGV: Monitor do PIB indica crescimento de 1,4% em fevereiro

Leia mais: