clique para ir para a página principal

CVC Brasil sobe mais de 4% após aquisição de empresas argentinas

Atualizado em -

CVC Brasil sobe mais de 4% após aquisição de empresas argentinas Divulgação/CVC
► Movida realiza emissão em debêntures no valor de R$ 550 milhões ► Bradesco inicia novo programa de recompra de mais de 97 milhões de ações

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

A CVC Brasil (CVCB3) anunciou a compra de 39,94% de participação societária das empresas argentinas Biblos e Avantrip. A companhia já detinha 60,06% das duas empresas e agora passa a deter 100% de participação. Os valores negociados não foram divulgados pela empresa.

Em nota, a CVC declarou que a operação dá continuidade às ações de fortalecimento da marca, consideradas estratégicas e de relevância competitiva no mercado. Além disso, a conclusão da operação não apresentou impactos relevantes em suas demonstrações financeiras.

Empresa registra lucro líquido de R$ 392,5 mi no 4T20

No quarto trimestre de 2020, a CVC registrou lucro líquido de R$ 392,5 milhões, revertendo prejuízo de R$ 95,8 milhões ante o ano anterior.

No acumulado de 2020, a empresa registrou prejuízo de R$ 1,2 bilhão, contra um prejuízo de R$ 1,9 milhão em 2019.

O lucro líquido ajustado, que inclui no cálculo itens considerados como não recorrentes, foi de R$ 96,3 milhões no quarto trimestre do ano passado, contra R$ 106,1 milhões do mesmo período do ano anterior.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado do 4T20 foi negativo em R$ 30 milhões, um resultado também negativo como o do mesmo período de 2019, que tinha sido de R$ 7,1 milhões.

Justiça proíbe CVC de dar declarações a respeito do ex-executivo Luis Fernando Fogaça

A CVC informou que foi notificada pela Justiça Trabalhista, que determinou, em decisão liminar, que a empresa se abstenha de conceder entrevistas e prestar informações "desabonadoras" a respeito do ex-executivo Luiz Fernando Fogaça.

Em março, a administração da CVC recomendou aos seus acionistas entrar com ação de responsabilidade contra os ex-administradores identificados em apuração realizada pela companhia que identificou danos de mais de R$ 67 milhões, em virtude do descumprimento de seus deveres legais e estatutários.

Às 14h07, as ações registravam alta de 4,06% a R$ 23,08.

Relacionados:

► Movida realiza emissão em debêntures no valor de R$ 550 milhões ► Bradesco inicia novo programa de recompra de mais de 97 milhões de ações

Leia mais: