clique para ir para a página principal

Embraer entrega 22 jatos no 1º trimestre e carteira vai a US$ 14,2 bi

Atualizado em -

Embraer entrega 22 jatos no 1º trimestre e carteira vai a US$ 14,2 bi Divulgação/Embraer
► Embraer fecha 4T20 com prejuízo de R$ 70,2 milhões; Tecnisa tem perdas de R$ 30,699 milhões no período ► Ciclo de alta das commodities impulsiona Ibovespa

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

A Embraer (EMBR3) terminou o primeiro trimestre de 2021 com 22 jatos entregues, sendo nove comerciais e 13 executivos. Em comparação, no mesmo período do ano passado, a companhia entregou 14 aviões. Em 31 de março de 2021, a carteira de pedidos firmes a entregar totalizava US$ 14,2 bilhões, leve baixa de 1,4% na comparação com o último trimestre, quando o valor foi de US$ 14,4 bilhões.

Na repartição comercial, foram dois E175, dois E190-E2 e cinco E190-E2. Já os aviões executivos contaram com um Phenom 100, nove Phenom 300, um Praetor 500 1 e dois Praetor 600.

Ao final de março, a divisão de aviação comercial registrava um total de 272 pedidos firmes a entregar, abaixo dos 318 do primeiro trimestre de 2020 e dos 359 do mesmo intervalo de 2019.

No comunicado enviado à CVM, a Embraer destaca que, nos primeiros três meses do ano, a KLM Cityhopper, subsidiária regional da KLM Royal Dutch Airlines, recebeu seu primeiro jato E195-E2, por meio da empresa ICBC Aviation Leasing, elevando para 50 o número total de jatos da Embraer operando na frota KLM Cityhopper.

No mesmo período, a Air Peace, maior companhia aérea da Nigéria e do Oeste da África, recebeu seu primeiro jato E195-E2. A Air Peace se tornou assim a primeira cliente de E2 na África, sendo também a empresa lançadora global do design de assentos escalonados da Embraer.

Ainda no trimestre, a Embraer entregou a primeira conversão de um Legacy 450 em um jato Praetor 500 à AirSprint Private Aviation. A empresa canadense de propriedade compartilhada tem programada uma segunda conversão ainda este ano, além da entrega de um novo Praetor 500, também em 2021. Com essas adições, a Airsprint terá três Praetor 500 na frota e um total de nove aeronaves da Embraer.

Em meio a divulgação dessas informações, as ações da empresa registraram queda. Às 13h43, os papéis da Embraer estavam a R$ 15,68, baixa de 2,54% em relação ao valor de abertura do mercado, nesta terça-feira (27).

Relacionados:

► Embraer fecha 4T20 com prejuízo de R$ 70,2 milhões; Tecnisa tem perdas de R$ 30,699 milhões no período ► Ciclo de alta das commodities impulsiona Ibovespa

Leia mais: