clique para ir para a página principal

Ibovespa encerra em +1,39% após decisão do Fomc em manter a taxa de juros dos EUA

Atualizado em -

Ibovespa encerra em +1,39% após decisão do Fomc em manter a taxa de juros dos EUA Pexels
► Caixa Seguridade movimenta R$ 5 bilhões em IPO► Butantan começa produção da primeira vacina contra Covid-19 feita integralmente no Brasil

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

O índice brasileiro encerrou o dia em alta de +1,39% cotado aos 121.052 pontos acelerando os ganhos depois da decisão de política monetária do Fomc, que manteve as taxas de juros dos Estados Unidos em uma banda entre 0% e 0,25% ao ano, além das compras de títulos em US$ 120 bilhões por mês.

Como não houve alteração nas compras de ativos, a decisão acabou sendo bem recebida pelo mercado, uma vez que posterga qualquer possibilidade de mudança na política monetária dos EUA.

Por aqui, as atenções continuaram voltadas para a CPI da Pandemia e as notícias de mudanças no Ministério da Economia.

Além disso, o governo editou a medida provisória do BEm, programa que permite a redução de jornadas e salários, incluindo também a suspensão temporária do contrato de trabalho. O custo estimado da iniciativa está em R$ 9,98 bilhões.

Entre os indicadores, o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgou que o Brasil criou 184.140 vagas formais de emprego em março.

Enquanto isso, o dólar comercial registra queda de -1,82% a R$ 5,361 na compra e a R$ 5,362 na venda.

Maiores altas

  • Santander (SANB11) +8,44% R$40,74
  • CEMIG (CMIG4) +6,00% R$14,13
  • Locamerica (LCAM3) +5,53% R$25,95

Maiores baixas

  • JBS (JBSS3) -4,63% R$32,13
  • Marfrig (MRFG3) -4,55% R$19,08
  • Suzano (SUZB3) -4,23% R$67,87

Relacionados:

► Caixa Seguridade movimenta R$ 5 bilhões em IPO► Butantan começa produção da primeira vacina contra Covid-19 feita integralmente no Brasil

Leia mais: