clique para ir para a página principal

Azul registra prejuízo de R$ 2,65 bilhões no 1T21

Atualizado em -

Azul registra prejuízo de R$ 2,65 bilhões no 1T21 Divulgação/Azul
► Azul registra recuo de 27,3% no tráfego no 1T21; Gol tem queda de 44% em sua demanda no 1T21 ► Copel lucra R$ 795 milhões no 1T21, alta de 55,6%

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

A Azul (AZUL4) registrou um prejuízo líquido de R$ 2,65 bilhões no primeiro trimestre de 2021, redução de 56,8% sobre os R$ 6,13 bilhões do mesmo período do ano anterior.

Sua receita líquida operacional ajustada do período mostrou uma queda de 34,9%, saindo de R$ 2,8 bilhões para os atuais R$ 1,8 bilhão.

A empresa divulgou que seu Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado fechou o trimestre em R$ 129,7 milhões, queda de 80,2% na comparação com igual trimestre de 2020. A margem Ebitda caiu para 7,1%, ante 23,3% em igual comparação.

A Azul transportou no primeiro trimestre 5,2 milhões de passageiros, queda de 20,2% na comparação anual. O resultado operacional ajustado da empresa foi negativo em R$ 214 milhões, contra um valor positivo em R$ 173,6 milhões um ano antes.

Às 15h00, as ações da Azul registravam queda de 1,94% a R$ 37,35.

Airbus entrega mais um A321neo para a Azul

A Airbus entregou ontem (05) para a Azul Linhas Aéreas o quarto avião do modelo Airbus A321neo. No Brasil, a aeronave operará com a matrícula PR-YJD.

Ao todo, o A321neo pode acomodar até 240 passageiros em classe única. Vale ressaltar que essa versão do A321neo não é de longo alcance.

Relacionados:

► Azul registra recuo de 27,3% no tráfego no 1T21; Gol tem queda de 44% em sua demanda no 1T21 ► Copel lucra R$ 795 milhões no 1T21, alta de 55,6%

Leia mais: