clique para ir para a página principal

QuintoAndar expande compra e venda de imóveis para Porto Alegre

Atualizado em -

QuintoAndar expande compra e venda de imóveis para Porto Alegre Divulgação/Quinto Andar
► Financiamento imobiliário deve crescer em 2021, mas terá últimos meses de juros baixos► Ministério da Saúde distribuirá mais 3,9 milhões de vacinas AstraZeneca/Fiocruz contra a Covid

(Estadão Conteúdo) - O QuintoAndar anunciou nesta segunda-feira (10) que está expandindo suas atividades de compra e venda de imóveis residenciais para Porto Alegre (RS). É a quarta cidade onde a funcionalidade estará disponível em pouco mais de um ano desde o seu lançamento, junto com São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. A startup de moradia já intermediou a venda de mais de 2 mil imóveis e está se beneficiando do bom momento do mercado imobiliário.

"Entramos neste segmento no início do ano passado e vimos o negócio crescer muito mais que o esperado. Isso alavancou muito o nosso crescimento, fizemos mais de dois anos em um só", diz Arthur Malcon, diretor de compra e venda da plataforma, em entrevista ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado.

Ele comenta que o QuintoAndar está movimentando, em média, cerca de 30 vendas por dia. Antes, o unicórnio (startup com avaliação maior que US$ 1 bilhão) só atuava no segmento de aluguéis.

O executivo vê a capital do Rio Grande do Sul como uma praça muito forte, com boa base de aluguéis e mercado proporcionalmente maduro, o que fez da cidade um alvo natural da expansão de compra e venda. "Entendemos que já temos uma solução muito boa de aluguéis por lá, com boa aderência e tráfego do cliente, então além de ser um mercado relevante, isso tudo ajudou a formular nossa estratégia de expansão."

Atualmente, o processo de compra e venda de um imóvel pelo QuintoAndar dura cerca de 50 dias, contra até 420 dias no modelo tradicional e 90 dias em média em outras plataformas imobiliárias. Malcon explica que a robusta base de dados que o QuintoAndar montou ajuda a otimizar todo o processo, principalmente na busca de informações sobre a situação legal do imóvel e a dificuldade e burocracia para obter a documentação necessária.

A operação tem início por alguns bairros e, gradualmente, será expandida para outras áreas de Porto Alegre. A partir desta segunda-feira, vendedores já podem cadastrar seus imóveis e, do dia 17 de maio em diante, compradores poderão acessar a plataforma para buscar imóveis e marcar visitas.

O executivo do QuintoAndar vê que a perspectiva de crescimento da startup e do segmento imobiliário do Brasil é muito bom mesmo com a elevação nos juros. "Estamos crescendo muito bem apesar de alguns fatores externos e 2021 é visto com otimismo aqui dentro", comenta.

Ele diz que a startup não pode se atrelar ao cenário macroeconômico para continuar seu plano estratégico em 2021.

Funcionalidades para investidores

Além da expansão para outras cidades, a plataforma também começou a disponibilizar a usuários funcionalidades específicas para quem usa imóveis como investimento. Com um filtro especial, o usuário tem informações sobre a rentabilidade de cada unidade anunciada, o retorno esperado do investimento, assim como dados sobre se o imóvel já tem inquilinos no momento.

"Esse é o tipo de informação que nenhuma outra empresa consegue dar porque compilamos todos os dados que usamos em aluguéis, compra e venda e no Índice QuintoAndar para dar insights específicos para quem vê imóveis por esse viés de investimento", aponta Malcon.

Ele explica que conforme a startup for criando volume, os dados disponibilizados se tornam mais precisos.

Relacionados:

► Financiamento imobiliário deve crescer em 2021, mas terá últimos meses de juros baixos► Ministério da Saúde distribuirá mais 3,9 milhões de vacinas AstraZeneca/Fiocruz contra a Covid

Leia mais: