clique para ir para a página principal

CCR registra lucro de R$ 688,9 milhões no 1T21

Atualizado em -

CCR registra lucro de R$ 688,9 milhões no 1T21 Divulgação/CCR
► IRB Brasil Re tem lucro líquido de R$ 50,8 milhões no 1º trimestre► Qualicorp adquire startup de marketing digital por R$ 132,6 milhões

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

A CCR (CCRO3) registrou lucro líquido de R$ 688,9 milhões no primeiro trimestre de 2021, crescimento de 137,8% sobre o mesmo período do ano anterior.

A receita líquida do trimestre chegou a R$ 3,43 bilhões, elevação de 44,1% ante os R$ 2,38 bilhões obtidos no mesmo período de 2020.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, em inglês) ajustado foi de R$ 2,5 bilhões, alta de 70,7% no comparativo anual. A margem Ebitda ajustada subiu 11,4 pontos percentuais (p.p.), para 72,8%.

Os custos totais apresentaram um aumento de 7,7% no trimestre em análise, atingindo R$ 1,94 bilhão.

A dívida líquida consolidada chegou a R$ 13,58 bilhões no trimestre terminado em março de 2021.

A alavancagem, medida pelo indicador Dívida Líquida/Ebitda ajustado, se manteve estável, a 2,4x. Em comparação, no último trimestre de 2020, a alavancagem estava em 2,9x.

O resultado financeiro líquido foi negativo em R$ 355,6 milhões, redução de 4,3% sobre os R$ 371,7 milhões negativos do mesmo período no ano anterior.

No primeiro trimestre, caixa, equivalentes e aplicações financeiras do grupo totalizaram R$ 6,17 bilhões, contra R$ 6,2 bilhões em dezembro do ano anterior.

Segundo a superintendente de Relações com Investidores da CCR, Flávia Godoy, a companhia já registra tendência de melhora do tráfego mesmo após a segunda onda da Covid-19 nos negócios.

“Apesar da pandemia, a CCR está entrando em uma trajetória de recuperação. Os resultados recentes de tráfego indicam essa tendência”, disse em entrevista ao Broadcast.

Grupo arrematou 15 dos 22 aeroportos leiloados pelo Governo Federal

O grupo arrematou 15 dos 22 aeroportos leiloados pelo Governo Federal em abril, por quase R$ 2,9 bilhões, e as linhas 8 e 9 da CPTM (em consórcio), por R$ 980 milhões. Segundo Flávia, os contratos devem ser assinados no segundo semestre, portanto, nenhum valor referente a esses leilões foi reconhecido no exercício do primeiro trimestre.

“A CCR continua muito confiante com as oportunidades à frente. Já tivemos conquistas importantíssimas para o grupo nas últimas semanas e seguimos com capacidade de investimentos relevantes para participar dos próximos leilões de infraestrutura”, disse a executiva.

Às 15h56, as ações da empresa registravam alta de 0,83% a R$ 13,41.

Relacionados:

► IRB Brasil Re tem lucro líquido de R$ 50,8 milhões no 1º trimestre► Qualicorp adquire startup de marketing digital por R$ 132,6 milhões

Leia mais: