clique para ir para a página principal

Rede D'or tem lucro líquido recorde de R$ 402,4 milhões no 1º trimestre

Atualizado em -

Rede D'or tem lucro líquido recorde de R$ 402,4 milhões no 1º trimestre Fabio Calvi e Affonso Dalle Soares
► SulAmérica registra lucro de R$ 54 milhões no 1T21; Notre Dame tem prejuízo de R$ 27,9 milhões► dr.consulta utiliza tecnologia para superar restrições da Covid-19

(Estadão Conteúdo) - A Rede D'or São Luiz registrou lucro líquido recorde de R$ 402,4 milhões no primeiro trimestre de 2021, alta de 254,6% em relação ao mesmo período de 2020.

"Além do sólido crescimento do resultado operacional, o lucro líquido foi positivamente impactado pelo anúncio do pagamento de juros sobre capital próprio (JCP) anunciados no fim do primeiro trimestre. A taxa efetiva de imposto no trimestre foi de 15% ante 30% no mesmo trimestre do ano anterior", apontou a companhia em seu relatório trimestral.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) também atingiu o recorde, somando R$ 1,134 bilhão nos meses entre janeiro e março, aumento de 86% na comparação com igual época de 2020. O Ebitda ajustado, por sua vez, cresceu 95,3%, para R$ 1,330 bilhão no primeiro trimestre.

Já a receita líquida totalizou R$ 4,719 bilhões no primeiro trimestre deste ano, incremento de 43% ante o mesmo trimestre em 2020. Enquanto isso, as despesas gerais e administrativas expandiram 45,2% em um ano, para R$ 217,9 milhões o primeiro trimestre.

O retorno sobre o capital investido (ROIC) ficou em 9,2% no primeiro trimestre, ante 12,1% um ano antes. O ROIC ajustado ficou em 15,1%, ante 17,3% na mesma base de comparação.

Ao final do primeiro trimestre, o saldo de dívida bruta da companhia foi de R$ 21,118 milhões, alta de 4,0% em relação ao mesmo período do ano passado. Deste montante, 59,6% é denominada em Real, enquanto o restante é denominada em dólares americanos, com hedge para exposição cambial integralmente contratado.

A alavancagem da companhia medido pela relação dívida líquida/Ebitda foi de 2,4x, apresentando melhora quando comparado aos 3,3x registrados no primeiro trimestre de 2020, devido a redução da dívida líquida da companhia aliada à melhora do resultado operacional em meio ao forte crescimento do Ebitda no período.

Relacionados:

► SulAmérica registra lucro de R$ 54 milhões no 1T21; Notre Dame tem prejuízo de R$ 27,9 milhões► dr.consulta utiliza tecnologia para superar restrições da Covid-19

Leia mais: