clique para ir para a página principal

Ibovespa futuro perde força na abertura após estender ganhos da véspera

Atualizado em -

Ibovespa futuro perde força na abertura após estender ganhos da véspera Pexels
► CNI: Em dez anos, indústrias migram do Sudeste para outras regiões► Terra Santa Agro registra prejuízo de R$ 38,3 milhões no 1º trimestre

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Nesta terça-feira (18), a sessão é de ganhos para as principais bolsas mundiais, apesar dos dados de recuo do PIB na Zona do Euro e do Japão. Na véspera, o Ibovespa subiu 0,87% e se descolou do exterior em meio à alta de commodities, que prossegue no dia de hoje. Por aqui, atenção para os últimos resultados da temporada do primeiro trimestre, além da CPI da Covid, que ouvirá Ernesto Araújo, ex-chanceler.

Sobre os mercados mundiais, nos EUA os índices futuros Dow Jones e S&P 500 indicam altas de 0,17%, e o índice futuro Nasdaq indica alta de 0,53%. Investidores temem que a inflação acima da meta de 2% do Federal Reserve (Fed) por um período contínuo leve o banco central americano a alterar sua política monetária, piorando o cenário para ações que tendem a se beneficiar de taxas de juros baixas.

Esse temor é apontado como um dos principais fatores que levaram o índice S&P 500 a cair 4% a partir de meados da semana passada antes de se recuperar e fechar a semana com queda de 1,4%. O índice Nasdaq Composto caiu 2,4% enquanto que o índice Dow caiu 2,3%. Na segunda-feira, o índice Dow caiu 0,2%; o S&P 500 perdeu 0,3%, em meio ao recuo de 0,7% do setor de tecnologia; e o Nasdaq Composto caiu 0,4%%. As ações de Apple (AAPL34) e Netflix (NFLX34) caíram 0,9%, enquanto que a Tesla (TSLA34) caiu mais de 2%. Nesta terça, no entanto, os índices Dow Futuro, S&P Futuro e Nasdaq Futuro têm altas, apontando para uma sessão de recuperação.

Amanhã (19), serão divulgadas as minutas da última reunião do Fed, que podem trazer mais pistas sobre como a instituição enxerga os sinais recentes de alta da inflação.

Na Ásia, dados divulgados na terça indicam que a economia do Japão recuou 5,1% entre janeiro e março em comparação com o mesmo período do ano anterior. O Produto Interno Bruto de março recuou 1,3% na comparação com o trimestre anterior, resultado levemente pior do que a expectativa de analistas ouvidos pela agência internacional de notícias Reuters. Em Hong Kong, o índice Hang Seng subiu 1,31%, enquanto que o Shanghai composto subiu 0,32%. O índice Kospi, da Coreia do Sul, subiu 1,23%.

Na Europa, o índice futuro Stoxx 600 indica alta de 0,37%. Investidores ainda acompanham os dados do PIB da Zona do Euro no primeiro trimestre, além de dados sobre emprego no mesmo período de alguns países europeus, como Reino Unido. O desemprego britânico marcou 4,8%, abaixo da projeção de analistas, de 4,9%, e abaixo do valor anterior, de 4,9%. Já o PIB do primeiro trimestre o PIB da Zona do Euro recuou 1,8% na comparação anual, em linha com a projeção e com o valor anterior. Na comparação trimestral, o PIB recuou 0,6%, também em linha com a estimativa de analistas e com a variação anterior.

No Brasil, o último pregão acionário encerrou em alta de 0,87%, a 122.937 pontos e volume financeiro negociado de R$ 26,85 bilhões. Sobre a CPI da Covid, hoje será ouvido o ex-ministro das Relações Exteriores do governo Bolsonaro, Ernesto Araújo. Ele deve ser questionado sobre eventuais ações ou omissões de sua pasta na compra de vacinas contra o coronavírus. Também deve ser questionado sobre o enfoque de sua pasta na aquisição de insumos para fabricar cloroquina, um remédio usado para o tratamento de malária, cuja eficácia contra a Covid não foi cientificamente comprovada.

Sobre as commodities, o petróleo Brent é negociado com alta de 0,65%, a US$ 69,91 o barril. Os contratos futuros de minério de ferro negociados na bolsa de Dalian (China) fecharam em alta de 4,32%, cotados a US$ 193,44 a tonelada.

Cenário corporativo

O lucro líquido ajustado da Mosaico (MOSI3) caiu 68%, para R$ 3 milhões, no primeiro trimestre de 2021, mostra documento enviado ao mercado nesta segunda-feira (17). Considerando os eventos não recorrentes (IPO e despesas com quitação de empréstimo), a empresa fechou o período com prejuízo de R$ 53 mil. O Ebitda, que mede o resultado operacional, ajustado totalizou R$ 6,9 milhões, redução de 55,4%, refletindo os aumentos nos custos dos serviços prestados e nas despesas operacionais.

A Agrogalaxy (AGXY3) reportou prejuízo líquido de R$ 30,3 milhões no primeiro trimestre do ano, de acordo com o relatório divulgado pela companhia nesta segunda-feira (17). Com o montante negativo, a empresa reverteu os ganhos de R$ 19,8 milhões apresentados em igual período de 2020. Em termos ajustados, no entanto, a Agrogalaxy conseguiu diminuir em 18,4% o prejuízo de R$ 26,1 milhões registrado um ano antes, com o resultado atingindo -R$ 21,3 milhões. A Boa Safra teve prejuízo de R$ 2,8 milhões no primeiro trimestre de 2021.

A Eztec (EZTC3) aprovou o pagamento de R$ 96 milhões em dividendos, mostra documento enviado ao mercado nesta segunda-feira (17). Segundo o comunicado, o valor por ação será de R$ 0,423955132 (1,26%), a ser pago no dia 21 de maio. As ações passaram a ser negociadas “ex-dividendos” a partir de 30 de abril.

Por fim, a Câmara dos Deputados pode votar nesta terça-feira (18) a Medida Provisória 1031/21, que cria as condições para a privatização da Eletrobras (ELET6), estatal vinculada ao Ministério de Minas e Energia que responde por 30% da energia gerada no país. A sessão do Plenário está marcada para as 15h.

Relacionados:

► CNI: Em dez anos, indústrias migram do Sudeste para outras regiões► Terra Santa Agro registra prejuízo de R$ 38,3 milhões no 1º trimestre

Leia mais: