clique para ir para a página principal

Banco Inter planeja listar ações na Nasdaq e dispara na B3

Atualizado em -

Banco Inter planeja listar ações na Nasdaq e dispara na B3 Divulgação/Banco Inter
► Brasil deverá ter moeda digital emitida pelo Banco Central► Stone anuncia investimento no Banco Inter e ganha vaga no conselho da instituição

O Banco Inter (BIDI11) informou nesta segunda-feira (24) que pretende fazer uma reorganização societária para listar suas ações na Nasdaq, uma das bolsas dos Estados Unidos. Além disso, a instituição financeira planeja manter apenas recibos desses papéis, os chamados BDRs, negociados na B3.

No documento enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o Inter afirma que tal mudança tem como objetivo oferecer à sua base de acionistas a possibilidade de continuar participando na evolução da história do banco.

A companhia fará uma nova oferta de ações (follow on) para reforçar o balanço. Dessa operação, a Stone já reservou parte dos papéis.

Nos EUA, o Banco Inter passará a se chamar Inter Plataform, como aponta o comunicado ao mercado. Após sua estreia na Nasdaq, a companhia terá duas classes de ações:

  • Class A Shares: vão conferir direito de um voto por ação
  • Class B Shares: darão voto plural, de titularidade do acionista controlador do Inter e seus filhos

A empresa prevê a incorporação e o resgate das ações negociadas hoje na Bolsa de Valores de São Paulo e a listagem na Nasdaq. Em troca, os atuais acionistas do banco na B3 poderão receber os novos ativos da Inter Plataform ou os recebidos de ações (BDRs, na sigla em inglês) lastreados nesses papéis.

Às 15h57, as ações do Banco Inter registravam alta de 22,97% a R$ 219,95.

Stone anuncia investimento no Banco Inter

A empresa de maquininhas Stone vai investir até R$ 2,5 bilhões no Banco Inter, que vai realizar uma oferta primária de ações ("follow on") na B3 em paralelo a esse investimento. Com o aporte, a companhia listada na Nasdaq terá até 4,99% do capital do Inter. A Stone terá direito a um assento no conselho do Inter, entrará para o acordo de acionistas e afirma que a parceria poderá levar seus clientes ao shopping virtual (marketplace) do banco, entre outros benefícios.

O preço por Unit que a Stone concordou em pagar é de R$ 57,84, e leva em consideração o desdobramento dos papéis na proporção de um para três, aprovado na última semana. Esse investimento colocará a Stone junto aos atuais controladores do Banco Inter - os Menin, que comandam a empresa através da Inter Holding Financeira, que detém 35,35% do capital.

Relacionados:

► Brasil deverá ter moeda digital emitida pelo Banco Central► Stone anuncia investimento no Banco Inter e ganha vaga no conselho da instituição

Leia mais: