clique para ir para a página principal

FGV: IPC-S sobe 0,66% na 3ª semana de maio

Atualizado em -

FGV: IPC-S sobe 0,66% na 3ª semana de maio Pexels
► Comissão vai debater impacto da MP da Eletrobras em tarifa e fornecimento de energia► Brasil deverá ter moeda digital emitida pelo Banco Central

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) acelerou pela terceira semana seguida, para 0,66%, após registrar avanço de 0,45% na semana imediatamente anterior, informou nesta segunda-feira (24) a Fundação Getulio Vargas (FGV).

Com isso, o indicador acumula alta de 7,82% em 12 meses, enquanto na segunda quadrissemana reportava um acúmulo de 7,60%.

Segundo a FGV, das oito categorias que compõem o IPC-S, quatro apresentaram alta da segunda para a terceira semana deste mês, com destaques para os grupos de transportes, que subiu de 0,06% para 0,85%, e para habitação, que passou de 0,90% para 1,30%.

Já a gasolina e tarifa de eletricidade residencial foram os itens que mais pesaram na 3ª leitura, para 1,25% e 4,88%, respectivamente.

Os grupos de vestuário (0,49%) e comunicação (0,72%) também obtiveram avanço na comparação semanal (+0,03 p.p. e +0,11 p.p., respectivamente).

Na outra direção, alimentação (0,38% para 0,32%), saúde e cuidados pessoais (1,06% para 0,86%), educação, leitura e recreação (-0,55% para -0,62%) e despesas diversas (0,19% para 0,18%) recuaram em relação à segunda quadrissemana. Os itens medicamentos em geral (2,89% para 2,47%), laticínios (0,46% para 0,10%), passagem aérea (-6,26% para -7,09%) e alimentos para animais domésticos (1,55% para 1,14%) contribuíram para a desaceleração.

Relacionados:

► Comissão vai debater impacto da MP da Eletrobras em tarifa e fornecimento de energia► Brasil deverá ter moeda digital emitida pelo Banco Central

Leia mais: