clique para ir para a página principal

Onze, fintech de previdência privada, recebe aporte de R$ 53 milhões

Atualizado em -

Onze, fintech de previdência privada, recebe aporte de R$ 53 milhões Divulgação/Onze
► Rodadas de Investimento: como as startups fazem captação de recursos► Vale assina acordo com Nextracker para complexo de geração solar em Minas Gerais

A prevtech Onze, startup focada em previdência privada e saúde financeira, acaba de receber um aporte de R$ 53 milhões da Ribbit, investidora de outras empresas do mercado financeiro, como Nubank, ContaAzul, Cora e Guiabolso.

Este é o segundo investimento que a companhia recebe. O primeiro, recebido ainda na sua fase de "seed", foi feito pela Red Ventures e o valor não foi informado.

A empresa, que possui seis meses desde o seu lançamento oficial, conta com 15 empresas clientes em seu portfólio. Um dos atuais clientes é a Mobly, varejista de móveis.

“Pensando em como usaremos o recurso, primeira prioridade é em produto, adicionando novas funcionalidades para o colaborador que é cliente da Onze“, comenta Antônio Rocha, ex-sócio da Mckinsey e sócio-fundador da Onze, em entrevista ao Valor Investe.

O segundo destino dos recursos é a área comercial. A prevtech quer ampliar o time para conseguir fazer parcerias com corretoras de planos de saúde e seguros que atendam empresas, mas que ainda não trabalhem o produto previdência privada.

“Começamos a construir a startup no final de 2019 e tínhamos a expectativa de lançar no início do ano seguinte, mas esse tempo de pausa foi bom porque possibilitou que a gente começasse o nosso ciclo de conversas com empresas sobre quais eram as suas dores”, diz Rocha ao Estadão. “Ganhamos tempo para deixar o produto mais robusto, sem erros e mais integrado.”

Relacionados:

► Rodadas de Investimento: como as startups fazem captação de recursos► Vale assina acordo com Nextracker para complexo de geração solar em Minas Gerais

Leia mais: