clique para ir para a página principal

A certeza da incerteza

Coluna de

Leticia Prata

Atualizado em -

A certeza da incerteza Freepik
► Atendimento remoto facilita contratação de produtos e serviços no setor de seguros► Como a organização financeira pode auxiliar no planejamento da sua independência econômica?

Se você pudesse escolher uma palavra que definisse o seu ano de 2020, qual seria? A minha, com certeza, seria incerteza. Ouso dizer que se voltássemos às 23:59 do dia 31 de Dezembro de 2019, quando os fogos coloridos começaram a aparecer no céu e ansiosos começamos a mentalizar nossos pedidos, jamais seríamos capazes de dizer o que estava por vir. Até porque, quem diria que um vírus seria capaz de parar o mundo, tirar tantas vidas, fechar as escolas, quebrar empresas tão grandes e unir o mundo através do distanciamento?

2020 sem dúvidas foi um ano de muitos aprendizados, desafios… foi o ano do desconhecido. Famílias inteiras perderam sua renda e tiveram que redimensionar suas necessidades básicas. Pais se tornaram professores e tiveram que manter sua produtividade como profissionais, muitas vezes enfrentando uma carga horária maior, frente a uma remuneração menor. Profissionais liberais enfrentaram uma realidade de queda de renda, sem sequer perspectivas de estabilidade financeira. Esses são apenas alguns exemplos de situações enfrentadas, que, sem dúvida, geraram um impacto financeiro de proporção mundial. Porém, por mais difíceis que tais situações sejam, elas seriam extremamente mais simples se aprendêssemos duas importantes lições: A primeira delas é que não podemos controlar o que acontece conosco, mas podemos nos planejar para o indesejável. A segunda é que não podemos simplesmente contar com a sorte.

Um bom planejamento financeiro implica na construção de um plano B. Quando falamos de plano B, podemos citar a reserva de emergência, a renda passiva, a diversificação dos investimentos e os produtos de seguros. Durante a pandemia, o setor de seguros foi um dos que apresentou maior crescimento. De forma praticamente instantânea, um inimigo menor do que um grão de areia nos fez pensar sobre a fragilidade da vida. Trouxe à tona a falta de controle que temos sobre tudo aquilo que nos cerca. Mediante toda a comoção mundial, as grandes seguradoras logo se posicionaram afirmando que honrariam com o compromisso de pagar às indenizações às famílias dos segurados mesmo sendo respaldadas pela lei para não fazê-lo (pandemia é fator de exclusão para pagamentos de benefícios de seguros). Além disso, não foi incomum conseguir manter a renda de uma família através da garantia da remuneração do provedor financeiro que estava internado sem poder exercer sua atividade. Nesse período que vivemos, o mundo mudou e as seguradoras também. As contratações de apólices de seguro ficaram mais simples, permitindo que o cliente contratasse o seguro à distância, através de plataformas digitais eficientes, sem impacto algum no serviço prestado.

Cada vez mais o mercado segurador vem se adaptando à nova realidade, trazendo coberturas que façam sentido para cada perfil de cliente, facilitando os trâmites de contratação de produtos e serviços, assim como os processos de pagamento das indenizações. Além disso, a todo momento novos produtos de seguros são lançados considerando os riscos aos quais estamos expostos.

Sem dúvida, quem se preocupou em construir suas garantias e proteções há alguns anos, pôde vivenciar um ano menos turbulento. Reconhecer que o que nos aguarda é desconhecido, assumir a responsabilidade pelas nossas decisões do presente e executar o que planejamos, sem dúvida são alguns caminhos para uma vida mais tranquila.

Se você soubesse o que vai acontecer no futuro, não usaria o presente a seu favor?

É hora de planejar!

  • Leticia Prata é especialista em Gerenciamento de Riscos na VLG Seguros.

Relacionados:

► Atendimento remoto facilita contratação de produtos e serviços no setor de seguros► Como a organização financeira pode auxiliar no planejamento da sua independência econômica?

Leia mais: