clique para ir para a página principal

Butantan deve entregar documentos que faltam sobre Butanvac nesta segunda (07)

Atualizado em -

Butantan deve entregar documentos que faltam sobre Butanvac nesta segunda (07) Leco Viana | Estadão Conteúdo
► EUA anunciam doação de 19 milhões de doses de vacinas; Brasil está entre beneficiados► Brasil receberá 3 milhões de doses da vacina da Janssen em junho, diz Queiroga

O Instituto Butantan deve entregar nesta segunda (07) os documentos que faltam para que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) avalie o pedido de início dos testes da vacina brasileira Butanvac em seres humanos. Se os dados estiverem completos, a Anvisa pode autorizar o começo dos testes já na terça-feira (08).

O pedido do Butantan para começar os testes foi feito em 26 de março e, desde então, a equipe da Anvisa tem aguardado dados complementares. Os últimos dados recebidos foram sobre o protocolo clínico.

Segundo a Anvisa, o processo de análise da vacina está na fase de “exigência”, momento em que a agência aguarda informações para completar a avaliação da vacina.

No dia 28 de abril, o Butantan recebeu um lote de 520 mil ovos para iniciar a produção da ButanVac, a vacina brasileira contra a Covid-19. Para o diretor do Instituto, Dimas Covas, essa vacina deve ser superior às primeiras que surgiram contra o vírus. “Temos uma perspectiva que essa seja uma vacina superior do ponto de vista de indução de imugenicidade [capacidade de induzir o corpo a responder ao vírus]. Nós incorporamos os conhecimentos da primeira geração de vacinas”, disse Covas.

Relacionados:

► EUA anunciam doação de 19 milhões de doses de vacinas; Brasil está entre beneficiados► Brasil receberá 3 milhões de doses da vacina da Janssen em junho, diz Queiroga

Leia mais: