clique para ir para a página principal

Grupo Oncoclínicas pede registro de IPO na B3

Atualizado em -

Grupo Oncoclínicas pede registro de IPO na B3 Divulgação | Grupo Oncoclínicas
► dr.consulta utiliza tecnologia para superar restrições da Covid-19► Hapvida conclui aquisição da Promed; compra da Santa Filomena é cancelada

Com a intenção de conseguir mais recursos para financiar seus planos de expansão, a rede de clínicas de tratamento contra o câncer Oncoclínicas solicitou o registro para realizar uma Oferta Inicial de Ações (IPO) na B3.

No prospecto preliminar da oferta, a empresa destaca o fato de que teve um crescimento nos últimos anos através de uma combinação de crescimento orgânico e aquisições (um total de 17 desde 2016). Em seu pedido, o grupo destaca também que possui 28 parcerias, incluindo operadoras de saúde, e patrocínios ativos com farmacêuticas.

O IPO será conduzido em conjunto pelo Goldman Sachs (GS), controlador indireto da companhia, além de Itaú BBA, Citi, UBS-BB, Santander e JPMorgan.

Oncoclínicas

Com uma primeira unidade em Belo Horizonte, a companhia iniciou suas atividades em 2010 e, desde então, seguiu um processo de expansão com o objetivo de se tornar referência em tratamentos oncológicos em todas os locais em que atua.

O Grupo Oncoclínicas se posiciona como "o maior prestador no mercado de oncologia clínica privada da América Latina em termos de receita", contando com 69 unidades, incluindo clínicas, laboratórios de genômica, anatomia patológica e centros integrados de tratamento de câncer, localizadas em 20 cidades no Brasil.

A empresa possui, ainda, uma unidade nos Estados Unidos, onde estão concentradas as atividades de bioinformática. Em 2020, o grupo realizou um total de mais de 1 milhão de consultas, através de mais de mil médicos especialistas com ênfase em oncologia com atuação dedicada.

Em 2020, o grupo registrou uma receita líquida de R$ 2,04 bilhões, com alta de 20,4% sobre 2019, e teve uma margem Ebitda subindo dois pontos, chegando a 15,36%.

Relacionados:

► dr.consulta utiliza tecnologia para superar restrições da Covid-19► Hapvida conclui aquisição da Promed; compra da Santa Filomena é cancelada

Leia mais: