clique para ir para a página principal

Inflação dos Estados Unidos sobe 0,6% em maio; Base anual atinge a maior alta desde 2008

Atualizado em -

 Inflação dos Estados Unidos sobe 0,6% em maio; Base anual atinge a maior alta desde 2008 Pexels
► Federal Reserve projeta inflação dos EUA acima de 2% neste ano e no próximo► Revisão confirma alta de 6,4% do PIB dos EUA no 1º trimestre

O Bureau of Labor Statistics (BLS) divulgou nesta manhã que o índice de preços ao consumidor dos Estados Unidos subiu 0,6% em maio e 5% na base anual, acima do esperado por economistas. O aumento na base anual é o maior para o período desde agosto de 2008, quando o indicador subiu 5,3%.

Segundo consenso da Refinitiv (empresa global de análise de dados do mercado financeiro), a expectativa era de alta de 0,4% na comparação com abril e de 4,7% frente maio do ano passado.

Com relação ao núcleo da inflação (excluindo componentes voláteis de alimentos e energia), a alta registrada foi de 0,7% na comparação com abril e 3,8% frente maio de 2020: o esperado era um aumento de 0,4% na base mensal e de alta de 3,4% na comparação ano a ano. Já o índice de preços de energia ficou estável em maio na comparação mensal, após a queda de 0,1% em abril.

Uma alta nos juros dos EUA pode gerar uma fuga de capital de países como o Brasil, já que o crescimento da inflação americana pode pressionar o Federal Reserve (Banco Central do Estado Unidos) a ampliar a taxa de juros para segurar os preços.

Relacionados:

► Federal Reserve projeta inflação dos EUA acima de 2% neste ano e no próximo► Revisão confirma alta de 6,4% do PIB dos EUA no 1º trimestre

Leia mais: