clique para ir para a página principal

VTEX contrata JPMorgan e Itaú BBA para IPO na Nasdaq, afirma agência de notícias

Atualizado em -

VTEX contrata JPMorgan e Itaú BBA para IPO na Nasdaq, afirma agência de notícias Sum Engenharia
► Startups bilionárias: quais são os unicórnios brasileiros?► Petrobras protocola pedido de oferta subsequente de ações da BR Distribuidora

A VTEX, empresa de softwares brasileira, contratou alguns bancos para assessoria em uma eventual oferta pública de ações (IPO) na bolsa americana Nasdaq, de acordo com a Bloomberg. Com investidores de peso, como o Softbank, a VTEX agora conta com o suporte do JPMorgan e do Itaú BBA para abrir o seu capital no estrangeiro.

Fontes da Bloomberg passaram a informação de forma sigilosa, visto que o assunto ainda não é público.

O tamanho e o cronograma da possível oferta ainda estão em discussão, segundo as fontes, que concluíram dizendo que as conversas podem não resultar em uma listagem também.

Representantes do JPMorgan e do Itaú não quiseram comentar o assunto e o Softbank não respondeu aos pedidos de resposta.

“Exploramos rotineiramente oportunidades com potencial para impulsionar o crescimento e aumentar o valor de longo prazo da VTEX, incluindo a opção de nos tornarmos uma empresa de capital aberto. A decisão de buscar um IPO depende de nossos acionistas e ainda não anunciamos nenhum plano", afirmou a companhia.

VTEX

A VTEX foi criada em 2000 e atende lojas online em mais de 32 países para empresas como Sony, Walmart, Whirlpool, Coca-Cola, AB InBev e Nestlé, de acordo com seu site. Ela foi avaliada em US$ 1,7 bilhão em uma rodada de investimentos em setembro passado. A rodada incluiu investidores como Tiger Global, Lone Pine Capital, Constellation e SoftBank.

Se a listagem for bem-sucedida, ela será um marco importante para o Softbank. O conglomerado japonês lançou um fundo de US$ 5 bilhões com foco em startups da região em 2019.

Relacionados:

► Startups bilionárias: quais são os unicórnios brasileiros?► Petrobras protocola pedido de oferta subsequente de ações da BR Distribuidora

Leia mais: