clique para ir para a página principal

Após alta da véspera, bolsas americanas registram leve queda

Atualizado em -

Após alta da véspera, bolsas americanas registram leve queda Freepik
► Câmara aprova texto-base da MP de privatização da Eletrobras► S&P Global rebaixa rating corporativo da Tecnisa

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Nesta terça-feira (22), após a alta da véspera, as bolsas americanas registram uma sessão de leve queda com os investidores à espera de fala de Jerome Powell, presidente do Federal Reserve. Em discurso preparado para uma audiência na Câmara dos Representantes, Powell dirá que a economia dos Estados Unidos tem apresentado melhora “sustentada” e também preverá um avanço no mercado de trabalho do país, mas classificará a inflação como temporária.

Por aqui, os investidores acompanham a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), que elevou a Selic em 0,75 ponto percentual, a 4,25% ao ano. Além disso, no radar corporativo, a Câmara dos Deputados concluiu na noite de segunda a votação da Medida Provisória que permite a privatização da Eletrobras. O texto segue agora para sanção presidencial.

Internacional

Sobre os mercados mundiais, nos EUA o índice futuro Dow Jones se mantém estável, enquanto os índices futuros S&P 500 e Nasdaq indicam altas de 0,05% e 0,15%, respectivamente. Na segunda (21), o Dow subiu 586,89 pontos, ou 1,76%; o S&P avançou 1,4%; e o Nasdaq, 0,79%. Assim, os índices recuperam parte das perdas da semana anterior, marcada pela elevação das projeções do Federal Reserve para inflação e sinais de que a instituição pode elevar a taxa de juros antes do indicado até então.

Ações do setor de commodities, de empresas como Devon Energy e Occidental Petroleum, lideraram os ganhos. Além disso, ações ligadas à retomada da economia, como as da empresa de cruzeiros Norwegian Cruise Line e Boeing, tiveram alta de mais de 3%, em um momento em que a economia dos Estados Unidos continua a reabrir. Até o domingo (20), o país havia vacinado 52,95% de sua população, o que vem contribuindo para reduzir internações e mortes e impulsionar a retomada das atividades.

Nesta terça, o presidente do Fed, Jerome Powell, testemunhará à Câmara dos Representantes sobre a resposta do banco central americano à pandemia. O conteúdo de sua fala foi antecipado já na segunda de manhã, e é provável que Powell indique que o Fed pode começar a discutir em breve a remoção de algumas de suas medidas inéditas de estímulos, implementadas durante a pandemia. Segundo o release do Fed à imprensa, Powell deverá afirmar: “Desde que nos encontramos da última vez, a economia indicou melhora sustentada. Vacinações em massa se somaram a ações fiscais e monetárias sem precedentes, fornecendo forte apoio à recuperação.

Indicadores de atividade econômica e emprego continuaram a se fortalecer, e o PIB real deste ano parece caminhar para sua maior taxa de aumento em décadas”. Powell deve afirmar que a “inflação aumentou notavelmente nos últimos meses”. Mas deve avaliar que se trata de um efeito temporário, e que a inflação deve se acomodar próxima a 2% no longo prazo.

Na véspera, os mercados dos EUA repercutiram as declarações do presidente do Fed de St. Louis, James Bullard, que adotou outro tom depois de causar desânimo nos mercados na sexta. No fim da semana passada, Bullard disse que a mudança de sinalização do Fed, que tomou uma decisão de juros com comunicado mais hawkish (favoráveis a apertar a política monetária para conter a inflação), é uma resposta natural ao crescimento econômico do país. A fala ajudou a derrubar ainda mais as bolsas.

Ontem, por outro lado, Bullard amenizou o discurso, dizendo que os dirigentes da instituição “estão apenas no início” do processo de discutir a gradual redução nas compras de bônus (“tapering”).

Na Ásia, as bolsas tiveram altas na terça, com destaque para as japonesas. O índice Nikkei, do Japão, subiu 3,12%, se recuperando da queda de mais de 3% de segunda. Na China continental, o composto Shanghai subiu 0,8%; em Hong Kong, o índice Hang Seng teve queda de 0,3%; na Coreia do Sul, o Kospi subiu 0,71%. Na Europa, o índice Stoxx 600, que reúne as ações de 600 empresas de todos os principais setores de 17 países europeus, tem leve queda, de 0,12%.

Ações do setor de petróleo e gás sobem 1%, em meio à alta geral dos preços das commodities, enquanto que ações do setor de tecnologia caem 0,7%. Na segunda, a presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, contribuiu para impulsionar os mercados, apresentando uma previsão otimista para a economia da Zona do Euro. Ela afirmou que o bloco está “claramente em uma situação diferente” em relação aos Estados Unidos quanto à inflação. O Reino Unido deve começar nesta terça negociações para integrar o Tratado de Parceria Transpacífica, que o governo vê como central para seu futuro após o Brexit. O acordo prevê suprimir 95% das tarifas de bens e serviços entre os países membros. Até o momento, o bloco é constituído por: Japão, Canadá, Austrália, Vietnã, Nova Zelândia, Cingapura, México, Peru, Brunei, Chile e Malásia.

Brasil

No Brasil, o último pregão de ações encerrou com alta de 0,67%, a 129.264 pontos e volume financeiro negociado de R$26,494 bilhões. De acordo com estimativa do economista André Braz, coordenador de índices de preços da Fundação Getúlio Vargas (FGV), a conta de luz pode ficar ao menos 15% mais cara a partir de julho. Publicada em reportagem de capa do jornal O Globo, a estimativa leva em conta a perspectiva de reajuste de mais de 60% pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) sobre a bandeira tarifária vermelha, com base em informações de bastidores obtidas pelo jornal O Globo. A bandeira tarifária vermelha é acionada em momentos em que a baixa de reservatórios leva o governo a acionar mais as termelétricas, que têm um custo maior. Braz vê efeito de 0,6 ponto percentual sobre a inflação mensal com o ajuste.

Além disso, na segunda, o Ministério de Minas e Energia reafirmou em nota que o governo federal vem implementando ações para garantir o fornecimento de energia elétrica no Brasil e não está tomando quaisquer medidas objetivando o racionamento de energia elétrica.

Segundo informações do Estadão, o ministro da Economia Paulo Guedes decidiu propor a volta da tributação do lucro e dividendos com uma alíquota de 20%. A alíquota é maior do que os 15% inicialmente previstos para compensar a perda de arrecadação que o governo terá com o aumento da faixa de isenção do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) de R$ 1,9 mil para R$ 2,4 mil. A tributação do lucro e dividendos (parte do lucro da empresa distribuída entre acionistas) terá uma faixa de isenção de R$ 20 mil por mês. O governo também vai reduzir de 25% para 20% a alíquota de Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ). A ideia é fazer essa redução em dois anos, mas setores empresariais já pressionam para que a queda da alíquota ocorra de uma única vez.

Commodities

Sobre as commodities, o petróleo Brent é negociado com queda de 0,60%, a US$74,45 o barril. A Bolsa de Dalian fechou com o minério de ferro em queda de 2,69%, cotado a 1139 iuanes, equivalente hoje a US$ 175,9 (nas últimas 24 horas).

Corporativo

No contexto das corporações, na noite da véspera, a Câmara dos Deputados concluiu na noite de segunda a votação da Medida Provisória que permite a privatização da Eletrobras. O texto segue agora para sanção presidencial. O aval do Congresso representa uma vitória para o governo de Jair Bolsonaro, que ainda não vendeu nenhuma empresa de controle direto da União.

Ainda, a Petz celebrou contrato de aquisição do Cansei de Ser Gato Serviços de Produção de Conteúdo (“CDSG”), uma das maiores plataformas digitais de conteúdo e produtos exclusivos para gatos no Brasil. Fundado em 2013 pelas empreendedoras Amanda Nori e Stéfany Guimarães, o CDSG cria conteúdos bem-humorados e educativos para donos de gatos, além de produtos exclusivos para felinos.

Também como destaque, o Magazine Luiza informou a conclusão da compra da plataforma de entrega de refeições por aplicativo Plus Delivery. Já a CSN aprovou o programa de recompra de até 24,15 milhões de ações. Ainda em destaque, a CVC pode levantar até R$ 480 milhões em oferta subsequente de ações. O preço por ação foi fixado em R$ 19,12.

Já a Ecorodovias precifica sua oferta nesta terça, que pode captar até R$ 2 bilhões. Por fim, o jornal O Estado de S. Paulo informou, citando fontes, após o fechamento do mercado, o grupo francês Casino contratou o banco brasileiro BR Partners para começar a estruturar a venda de sua fatia no GPA, dono da marca Pão de Açúcar.

Por enquanto não há nenhuma negociação efetiva em curso, pois o objetivo do Casino, conforme fontes, é se desfazer primeiro da Cnova, seu braço de comércio eletrônico, e do Grupo Éxito, com presença na Colômbia, Uruguai e Argentina. Na véspera, os papéis PCAR3 subiram quase 8% após notícia do jornal O Globo de que o empresário Michael Klein começou a montar uma participação minoritária na empresa.

Relacionados:

► Câmara aprova texto-base da MP de privatização da Eletrobras► S&P Global rebaixa rating corporativo da Tecnisa

Leia mais: