clique para ir para a página principal

B3 lança nova área para investidores acompanharem suas aplicações financeiras

Atualizado em -

B3 lança nova área para investidores acompanharem suas aplicações financeiras Divulgação | B3
► O que é a B3 e como ela funciona?► B3 inicia novas regras para investimentos em opções sobre ações; entenda as mudanças

Nesta terça-feira (22), a B3 inaugurou uma nova área logada para que investidores acompanhem seus investimentos de renda variável e também de renda fixa de forma consolidada. O objetivo é facilitar a jornada de investimentos dos mais de 3 milhões de brasileiros que já negociam aplicações financeiras através da bolsa de valores brasileira.

“Essa nova geração de brasileiros que chega à Bolsa está cada vez mais interessada em aprender sobre investimentos e temos um papel importante de ajudá-los com informações e conteúdo de qualidade”, afirma Felipe Paiva, diretor de Relacionamento com a Pessoa Física da B3.

A nova área substitui o Canal Eletrônico do Investidor (CEI) e permite que investidores pessoa física com conta em alguma corretora ou banco possam consultar informações sobre suas aplicações financeiras como, por exemplo, ações, ETFs, FIIs, CDBs, LCIs e LCAs de forma consolidada no mesmo lugar. Os ativos ficam disponíveis em um único extrato, divididos por tipo de investimento ou por instituições financeiras.

Através da área logada todas as telas podem ter seus dados extraídos para arquivos em pdf ou excel, além de filtros para consulta de histórico desde novembro de 2019.

"A B3 realiza, nesse mês, o lançamento ampliado para todo o público e de forma gratuita para os investidores pessoa física que tenham ativos na B3 e seguirá em constante aprimoramento de acordo com as interações e feedbacks que serão recebidos por meio do próprio portal", explica a B3, através de informe.

Para o investidor utilizar basta acessar www.investidor.b3.com.br/nova-area-logada, com o CPF e cadastrar uma senha.

Relacionados:

► O que é a B3 e como ela funciona?► B3 inicia novas regras para investimentos em opções sobre ações; entenda as mudanças

Leia mais: